July 7, 2013 / 6:03 PM / 4 years ago

Raikkonen tem problemas no rádio, e Mercedes decepciona

4 Min, DE LEITURA

NUERBURGRING, 7 Jul (Reuters) - Kimi Raikkonen precisou lidar com um rádio defeituoso enquanto tentava perseguir o vencedor do GP da Alemanha, Sebastian Vettel, mas o piloto da Lotus acabou muito mais satisfeito que os rivais da Mercedes, que fracassou em sua corrida em casa.

O finlandês apostou em uma troca de pneus no fim da corrida para tentar impedir o campeão do mundo e atual líder do campeonato de vencer a sua corrida em casa pela primeira vez, neste domingo, mas faltou um pouco de tempo.

Vettel reconheceu que poderia ter sido ultrapassado caso a corrida tivesse mais duas voltas, mas isso não confortou Raikkonen, cujo time mais uma vez correu acima das expectativas. Após nove das 19 corridas previstas, o campeão de 2007 está em terceiro com 41 pontos a menos que o alemão.

"Infelizmente, havia muito a ser discutido e (o rádio) não funcionou", ele falou, sobre as dificuldades de organizar o pit stop com um rádio meio-quebrado. "Tive muitos problemas de rádio. Eu conseguia ouvi-los, mas eles não conseguiam me ouvir".

Raikkonen está na disputa pela vaga do australiano Mark Webber na equipe Red Bull, de Vettel, no ano que vem, mas o piloto de 33 anos quer alcançar a glória na inconsistente Lotus.

"Foi bom para o time, não tanto para o meu campeonato", disse. O seu companheiro Romain Grosjean terminou em terceiro.

A Mercedes adoraria ter tido um domingo como igual ao da Lotus. A vitória de Nico Rosberg em Silverstone no último final de semana e a pole position de Lewis Hamilton na Alemanha, no sábado, alimentaram as esperanças da torcida da Mercedes.

O alemão Rosberg classificou-se apenas em 11º e subiu apenas duas posições na corrida, enquanto Hamilton foi superado pelas duas Red Bulls na primeira curva, caiu no grid e acabou eventualmente em quinto.

O diretor de esportes a motor da Mercedes, Toto Wolff, culpou as temperaturas altas.

"É importante que o carro tenha um ritmo decente, isso foi bom. É mais fácil do que se fosse diferente, mas é muito difícil quando você vê o carro caindo tanto de rendimento assim", disse a repórteres.

"Tivemos corridas muito boas, mas essa foi muito decepcionante, então precisamos abaixar a cabeça e trabalhar duro".

Antes da próxima corrida, na Hungria, no final do mês, a Mercedes vai ficar fora do teste de Silverstone por causa de uma suspensão após participar de um "teste secreto" com a Pirelli, em Barcelona, no último mês de maio.

Hamilton ficou satisfeito de ver o retorno de pneus traseiros especiais após a série de estouros no último final de semana. Um novo jogo está preparado para a Hungria.

"Preciso me segurar. Não tenho nada de positivo para dizer sobre esses pneus e não entendo porque tivemos tantas dificuldades com eles, mas corrida é isso mesmo", disse o britânico, enquanto a maioria do paddock elogiou os pneus da Pirelli.

"Comecei mal, não larguei tão rápido quanto eles. Eles pareceram ter largado muito bem, ou talvez eu que larguei mal. De qualquer forma, veio um de cada lado como se fosse um sanduíche e não houve nada que eu pudesse fazer para me defender".

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below