Red Bull muda procedimentos em pitstop após acidente na Alemanha

quinta-feira, 11 de julho de 2013 18:21 BRT
 

LONDRES, 11 Jul (Reuters) - A Red Bull, equipe campeã da Fórmula 1, alterou seus procedimentos nos pitstops depois que um pneu traseiro do carro de Mark Webber saiu no pitlane da Alemanha, no domingo, e atingiu um cinegrafista.

A investigação realizada pela equipe sobre o incidente em Nuerburgring apontou que o carro de Webber foi liberado prematuramente porque o homem responsável pelo pneu traseiro direito deu sinal de "go" acidentalmente.

O relatório, enviado a todas as equipes e à Federação Internacional del Automobilismo (FIA), revelou que se rompeu o parafuso da roda direita traseira durante uma parada que durou menos de três segundos no Grande Prêmio da Alemanha.

A Red Bull disse que revisará o desenho do parafusador para garantir que, se acidentalmente girar nas mãos do mecânico, o sinal de "go" não seja enviado por engano.

O homem que fica na frente do carro também receberá instruções para segurar o carro, em caso de qualquer problema, até que chegue um sinal claro de que todas as rodas foram trocadas.

O cinegrafista britânico Paul Allen, que trabalha para a Formula One Management (FOM), rompeu a clavícula e sofreu fraturas nas costelas após ser atingido pela roda de 10 quilos.

A FIA decretou nesta semana que a mídia terá acesso restrito ao muro dos boxes e somente o pessoal autorizado das equipes e os comissários da prova poderão entrar no pitlane durante o treino classificatório e a corrida.

(Por Alan Baldwin)