Mercedes de Fangio é leiloada por valor recorde de US$29,6 milhões

sexta-feira, 12 de julho de 2013 17:59 BRT
 

Por Constanza Watson

LONDRES, 12 Jul (Reuters) - O Mercedes com o qual o falecido piloto argentino Juan Manuel Fangio, cinco vezes campeão mundial de Fórmula 1, ganhou dois grandes prêmios se transformou no automóvel mais caro do mundo depois que um comprador anônimo o arrematou em um leilão por 19,6 milhões de libras esterlinas (29,6 milhões de dólares).

O Mercedes-Benz W196, de 1954, se transformou no veículo mais caro da montadora alemã, disse a casa de leilões Bonhams.

"Acabamos de ser testemunhas de como se faz história", disse à Reuters James Knight, um alto executivo da Bonhams, no leilão celebrado no Festival Goodwood da Velocidade no sul da Inglaterra.

O recorde anterior era de uma Ferrari 250 Testa Rossa, de 1957, vendida por 16,39 milhões de dólares em 2011.

O Mercedes-Benz de oito cilindros e 2,5 litros pilotado por Fangio tem sua própria história. As vitórias do piloto argentino em 1954 nos grandes prêmios da Alemanha e da Suíça foram as primeiras vitórias seguidas da equipe de Fórmula 1, na volta dela à categoria máxima do automobilismo após a Segunda Guerra Mundial.

O carro competiu em cinco corridas classificatórias para o Campeonato do Mundo. Depois da vitória de Fangio na Suíça em 1954, o W196R foi levado ao Museu Daimler-Benz.

(Reportagem de Paul Casciato)