Velocista norte-americano Tyson Gay é flagrado no exame antidoping

domingo, 14 de julho de 2013 17:50 BRT
 

RALEIGH, Estados Unidos, 14 Jul (Reuters) - Atual recordista no ano dos 100 metros rasos, o velocista norte-americano Tyson Gay anunciou neste domingo que testou positivo para uma substância não-identificável e que, por conta disso, vai desistir da disputa do Mundial de Atletismo, no próximo mês, em Moscou.

Tyson Gay, campeão mundial em 2007 e detentor da melhor marca do ano nos 100 metros rasos (9.75 segundos), admitiu em conferência por telefone que foi notificado pela Agência Anti-Doping dos Estados Unidos (USADA, na sigla em inglês), na última sexta-feira, pelo resultado positivo da amostra A coletada no último dia 16 de maio.

"Não há sabotagem. Eu basicamente confiei em alguém e essa pessoa me desapontou", disse o velocista de 30 anos, que está treinando em Amsterdã, na Holanda.

"Eu cometi um erro", admitiu Gay, que reforçou que nunca tomou, de forma consciente, nenhum medicamento ou droga que melhorasse sua performance nas pistas.

"Estou desistindo do meeting de Monaco (válido pela Liga de Diamante) e do Mundial de Moscou."

Na esperança de ainda ser inocentado, Gay lembrou que, apesar do teste positivo na amostra A, a amostra B ainda deve ser testada.

(Reportagem de Gene Cherry)