Polícia italiana investiga doping de velocistas jamaicanos, diz agência

terça-feira, 16 de julho de 2013 14:00 BRT
 

ROMA, 16 Jul (Reuters) - A polícia italiana está investigando os velocistas jamaicanos Asafa Powell e Sherone Simpson e o treinador canadense de ambos, Chris Xuereb, por suspeita de infringirem a legislação antidoping, informou a mídia italiana nesta terça-feira.

A agência de notícias Ansa disse que a polícia apreendeu 50 caixas durante operação de busca realizada nos quartos dos atletas em um hotel no noroeste da Itália, e vai analisar comprimidos, frascos, sprays e cremes para verificar se possuem substâncias proibidas.

O hotel Fra i Pini, em Lignano, onde os atletas estavam treinando, disse que os jamaicanos haviam deixado seus quartos.

Powell, ex-recordista mundial dos 100 metros rasos, e Simpson, medalhista olímpica de prata no revezamento 4x100m, foram flagrados em exames antidoping pelo uso do estimulante oxilofrina, em mais um escândalo a manchar uma modalidade marcada por problemas com doping.

(Reportagem de Naomi O'Leary e Daniele Morini)

 
Asafa Powell descansa após correr as quartas de final nos 100 metros durante torneio pré-olímpico jamaicano, em Kingston. A polícia italiana está investigando os velocistas jamaicanos Asafa Powell e Sherone Simpson e o treinador canadense de ambos, Chris Xuereb, por suspeita de infringirem a legislação antidoping, informou a mídia italiana nesta terça-feira. 28/06/2012. REUTERS/Ivan Alvarado