Vencer a Liga Europa seria "grande frustração", diz Mourinho

terça-feira, 16 de julho de 2013 18:05 BRT
 

LONDRES, 16 Jul (Reuters) - O técnico do Chelsea, José Mourinho, disse que seria uma grande frustração se conquistasse o título da Liga Europa, meses após seu antecessor, Rafa Benítez, levar o Chelsea à conquista desta competição.

O Chelsea foi eliminado na primeira fase da Liga dos Campeões na temporada passada, o que fez com que a equipe disputasse a segunda fase da Liga Europa, competição que conquistou ao derrotar o Benfica na final em maio.

"Não quero vencer a Liga Europa", disse Mourinho à BBC nesta terça-feira. "Se eu ganhar a Liga Europa, será uma grande frustração para mim, porque não quero disputá-la... Não quero que meus jogadores sintam que a Liga Europa é a nossa competição."

Mourinho, que conquistou o torneio que antecedeu a Liga Europa, a Copa da Uefa, como treinador do Porto em 2003, disse que sua prioridade é a Liga dos Campeões.

"Essa é a única competição europeia que temos que jogar e é a competição europeia em que temos de dar nosso melhor", acrescentou.

Os comentários podem ser interpretados como uma cutucada velada em Benítez, que dirigiu o Chelsea interinamente desde novembro e conquistou a Liga Europa, além de levar o time à terceira colocação do Campeonato Inglês.

Ex-técnico do Liverpool, Benítez nunca foi uma figura popular no curto período que ficou à frente do Chelsea, em parte por conta da rivalidade que teve com Mourinho durante a primeira passagem do português no Chelsea.

O Liverpool, de Benítez, conquistou a Liga dos Campeões em 2005 e chegou à final em 2007, derrotando o Chelsea, de Mourinho, nas semifinais nas duas ocasiões.

Mourinho, que conquistou a Liga dos Campeões com o Porto em 2004 e com a Inter de Milão em 2010, disse que busca mais sucesso na Premier League, o Campeonato Inglês, depois de levar o Chelsea a dois títulos da competiçào em sua primeira passagem pelo clube.   Continuação...