Blatter diz que Copa do Mundo no Catar deve ser no inverno

quarta-feira, 17 de julho de 2013 14:35 BRT
 

17 Jul (Reuters) - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse nesta quarta-feira que a Copa do Mundo de 2022 deve ser transferida para os meses de inverno em consequência do calor escaldante no Catar durante o verão.

"A Copa do Mundo deve ser uma festa do povo. Mas para que ela seja como um festival, você não pode jogar futebol no verão", disse Blatter em uma conferência em Kitzbühel, na Áustria.

"Você pode esfriar os estádios, mas você não pode arrefecer todo o país e você não pode simplesmente arrefecer o ambiente de uma Copa do Mundo. Os jogadores devem ser capazes de jogar nas melhores condições para jogar uma boa Copa do Mundo."

Blatter havia dito no passado que qualquer pedido para alterar o calendário da Copa do Mundo de 2022 teria que vir dos organizadores. Em março, ele disse que a Copa do Mundo é uma competição "que tem de ser jogado em junho e julho".

Nesta quarta-feira, no entanto, ele disse que a Fifa não tinha considerado adequadamente o problema do calor quando a Copa do Mundo foi entregue a Catar, em 2010.

"Nós temos que proteger os nossos parceiros, nossos patrocinadores, nossos parceiros de televisão. Devemos ser muito fortes sobre isso. Nós ainda temos tempo suficiente. Vou abrir as discussões no comitê executivo, em outubro", disse Blatter a repórteres.

"O comitê executivo certamente vai seguir a minha proposta. Então vamos ter tratado o assunto de vez. Temos que ter a coragem, ou seja, o comitê executivo da Fifa, para jogar esta Copa do Mundo no inverno e começar a trabalhar agora qual o impacto que isso terá no calendário internacional."

"Seria apenas por um ano, depois você estaria de volta à rotina normal. Mas eu vou defender isso."

O chefe do comitê organizador local da Copa do Catar, Hassan Al-Thawadi, disse na conferência na Áustria por videoconferência: "Se é um desejo da comunidade do futebol ter a Copa do Mundo no inverno, então estamos abertos a isso."

(Reportagem de Robert Woodward)