Novos protestos colocariam em dúvida acerto de escolher Brasil para Copa, diz Blatter

quarta-feira, 17 de julho de 2013 18:56 BRT
 

17 Jul (Reuters) - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou nesta quarta-feira que a repetição na Copa do Mundo de 2014 dos protestos que atingiram o Brasil durante a Copa das Confederações do mês passado colocariam em dúvida o acerto da escolha do Brasil como sede da competição.

"Se isso acontecer novamente em 2014, então nós podemos ter que questionar se fizemos uma escolha errada ao dar os direitos de organização ao Brasil. No entanto, isso não vai acontecer. Estou confiante que o Brasil vai realizar uma grande Copa do Mundo. É o lugar certo", disse Blatter, em entrevista à agência de notícias alemã DPA na Áustria.

As declarações do dirigente foram enviadas por email à Reuters pela Fifa.

A Fifa foi surpreendida durante a Copa das Confederações pelos protestos que levaram milhares de pessoas às ruas do Brasil, em muitos casos com confrontos violentos entre polícia e manifestantes.

Entre os alvos das críticas dos manifestantes estavam os gastos públicos com a organização do Mundial. Eles fizeram protestos do lado de fora de estádios antes de algumas partidas. Diante de especulações, a Fifa inclusive se viu forçada a negar que estivesse considerando retirar o Mundial do Brasil em consequência dos protestos.

Blatter disse que vai discutir a questão dos protestos e outros temas relacionados à Copa do Mundo com a presidente Dilma Rousseff em setembro.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)