Coreia do Sul e Hungria receberão Mundiais de Esportes Aquáticos em 2019 e 2021

sexta-feira, 19 de julho de 2013 12:20 BRT
 

BARCELONA, 19 Jul (Reuters) - A cidade sul-coreana de Gwangju foi escolhida como sede do Mundial de Natação de 2019, e a edição de 2021 será realizada em Budapeste, capital da Hungria, anunciou a Federação Internacional de Natação (Fina) nesta sexta-feira, pouco antes da cerimônia de abertura da edição de 2013, em Barcelona.

O anúncio acabou ofuscado pela notícia de que o prefeito de Gwangju está sendo processado por supostamente falsificar assinaturas de autoridades em um documento apresentado como parte da candidatura para o evento.

Segundo uma fonte governamental, Kang Un-tae é acusado de falsificar as assinaturas do ex-premiê Kim Hwang-sik e do ex-ministro da Cultura Choe Kwang-sik, num documento que dava garantias de ajuda oficial ao campeonato.

Questionada pela Reuters sobre as acusações, a Fina não respondeu de imediato.

Tóquio, candidata a receber a Olimpíada de 2020, chegou a ser cotada para os Mundiais de Esportes Aquáticos no começo do processo, mas uma porta-voz da Fina disse que na fase final só restavam as candidaturas de Gwangju e Budapeste.

As próximas edições do evento acontecerão na cidade russa de Kazan, em 2015, e na mexicana Guadalajara, em 2017.

(Por Iain Rogers, em Madri)

 
Competidores nadam nas semifinais dos 100 metros livres no Jogos Olímpicos de Londres 2012. 31/07/2012 REUTERS/Michael Dalder