20 de Julho de 2013 / às 14:58 / em 4 anos

Kaká tem confiança em um recomeço, diz Ancelotti

Jogador Kaká do Real Madrid celebra gol contra o Real Valladolid, durante partida da primeira divisão espanhola, no estádio Santiago Bernabeu, em Madri, 4 de maio de 2013. Kaká não correspondeu às expectativas desde sua transferência milionária para o Real Madrid em 2009, mas o novo técnico Carlo Ancelotti o conhece bem e diz que o brasileiro está confiante e motivado para a nova temporada. 04/05/2013 REUTERS/Susana Vera

MADRID, 20 Jul (Reuters) - O jogador Kaká não correspondeu às expectativas desde sua transferência milionária para o Real Madrid em 2009, mas o novo técnico Carlo Ancelotti o conhece bem e diz que o brasileiro está confiante e motivado para a nova temporada.

Ancelotti treinou Kaká no Milan quando ele conquistou o prêmio de Jogador do Ano em 2007, e os torcedores do Real esperam que o italiano conseguirá ajudar o jogador, que custou ao time 65 milhões de euros (85,4 milhões de dólares) e fez 31 anos em abril, a redescobrir um pouco de sua mágica em campo.

Os quatro anos de Kaká na Liga Espanhola foram entremeados de lesões, e, em ação, ele pareceu uma sombra do homem que inspirou o Milan a conquistar a Liga dos Campeões seis anos atrás.

Sob o comando de José Mourinho, que voltou ao Chelsea no final da última temporada, ele foi frequentemente uma figura triste no banco, levando a especulações de que poderia ser vendido antes do encerramento da janela de transferência, no final do mês que vem.

Ele iniciou só 12 partidas do Campeonato Espanhol na temporada passada, e apenas duas em competições europeias e uma na Copa do Rei.

“Kaká é um jogador do Real Madrid como todos os outros”, disse Ancelotti neste sábado, em sua primeira coletiva de imprensa desde que os jogadores voltaram a treinar esta semana.

“Ele começou bem os trabalhos e está claro que tem muita confiança para esta temporada, muita motivação”, acrescentou o técnico de 54 anos.

“Mais adiante vamos ver o que acontece. Kaká é um jogador de muita personalidade e quer se sair melhor que na última temporada”, afirmou.

A postura relaxada e bem humorada de Ancelotti diante dos repórteres foi uma mudança bem vinda em comparação ao mau humor de Mourinho na temporada anterior.

O italiano, que também treinou o Chelsea e o Paris Saint Germain, despertou risadas quando ouviu uma pergunta comprida em inglês antes de anunciar não ter entendido sequer uma palavra.

Ele não revelou muito sobre o acréscimo de novos jogadores ao time do Real, ignorando questionamentos sobre o interesse pelo lateral Gareth Bale, do Tottenham Hotspur, ou pelo atacante Zlatan Ibrahimovic, do Paris Saint Germain.

Ancelotti tem Zinedine Zidane como seu número dois, e elogiou a contribuição do ex-meio-campista do Real e da seleção francesa.

“Ele é muito motivado e tem muito desejo de aprender”, disse de Zidane, que recentemente se qualificou como técnico profissional.

Ainda na pré-temporada, o Real disputa um amistoso com o time inglês de segunda divisão Bournemouth no domingo.

Por Iain Rogers

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below