Técnico do United se diz pronto para "batalhas verbais"

sábado, 20 de julho de 2013 15:10 BRT
 

SYDNEY (Reuters) - David Moyes disse estar ansioso para as "batalhas verbais" com José Mourinho, treinador do Chelsea, e outros colegas de profissão depois de obter sua primeira vitória no comando do Manchester United em um amistoso de pré-temporada neste sábado.

O escocês e seu novo clube foram forçados a passar o final de semana reiterando que Wayne Rooney não está à venda depois que o atacante da seleção inglesa ficou "furioso e confuso" com comentários de seu treinador na semana passada.

A batalha de relações públicas se tornou mais dura quando a volta de Mourinho ao Chelsea coincidiu com uma oferta a Rooney, uma mudança que alguns viam como uma típica confusão do português, que teve muitas discussões com Alex Ferguson, o antecessor de Moyes.

Indagado se estava esperando "batalhas verbais" semelhantes com técnicos como Mourinho na próxima temporada, Moyes disse que sua criação o predispôs a elas.

"Parece que seu sotaque é igual ao meu", disse ele ao seu desafiador escocês.

"Se você é de Glasgow, gosta bastante deste tipo de coisa. Então mande ver".

Embora Moyes tenha dito repetidamente que os resultados não são importantes no torneio Ásia-Pacífico, ficou claramente mais feliz com a vitória de 5 x 1 do United sobre o combinado da Austrália do que com a derrota na Tailândia na semana passada.

Os dois gols de Jesse Lingard e Danny Welbeck foram coroados por um quinto de RobinVan Persie, em sua primeira participação com a camisa do United desde o final da última temporada.

Na sexta-feira, Moyes deu a entender que terá novidades sobre a contratação de novos jogadores, especialmente Cesc Fàbregas, meio-campo do Barcelona. Mas ainda neste sábado ele deixou claro não haver nenhum progresso do qual esteja ciente. "Não tenho mais nenhuma novidade sobre nada", disse.