Martino e Luis Enrique seriam bons técnicos para o Barça, diz Puyol

segunda-feira, 22 de julho de 2013 10:02 BRT
 

BARCELONA, 22 Jul (Reuters) - Gerardo Martino e Luis Enrique seriam dois bons candidatos para substituir Tito Vilanova como treinador do Barcelona, já que ambos têm filosofias adequadas ao estilo de trabalho do clube, disse o capitão Carles Puyol nesta segunda-feira.

Martino, de 50 anos, que recentemente levou o Newell's Old Boys ao título nacional argentino, e Luis Enrique, de 43, ex-jogador do Barça e da seleção espanhola contratado neste mês como técnico pelo Celta de Vigo, despontam na imprensa local como favoritos para ocupar o lugar de Vilanova, de 44 anos, que deixou o cargo para se tratar de um câncer.

Em entrevista coletiva após o treino, Puyol disse ter certeza de que a direção do clube contratará um técnico que respeite o estilo do Barça, baseado na posse de bola.

Sobre Martino, Puyol disse: "Conhecemos a carreira dele, é um ótimo treinador, gosta do estilo de jogo do Barcelona".

Puyol fez parte da seleção da Espanha que derrotou o Paraguai, então sob o comando de Martino, nas quartas de final da Copa de 2010, abrindo caminho para o primeiro título mundial espanhol. "Foi um jogo muito difícil, muito duro", afirmou.

Um fator que pesa a favor de Martino é o fato de ele ser natural de Rosario, cidade natal de Lionel Messi, principal atleta do Barcelona.

Já Luis Enrique poderia causar polêmica no Barça, por ter atuado como jogador no rival Real Madrid. Mas Puyol minimizou isso. "Todo mundo sabe que tenho ótima relação com Luis", afirmou. "Acho que ele tem o que é preciso, mas o mesmo para outros candidatos que foram mencionados. Não sei quem virá... estamos prontos para ajudar quem vier da forma como pudermos."

O fato de ter sido contratado há muito pouco tempo pelo Celta, e de ter tido uma passagem negativa pela Roma na temporada de 2011/12, pesam contra a contratação de Luis Enrique.

O Barça tem pressa para nomear um novo técnico, pois em menos de um mês o clube começa a perseguir seu quinto título espanhol em seis anos. Depois da saída de Vilanova, na sexta-feira, o time catalão cancelou um amistoso preparatório que faria contra o Lechia Gdansk, da Polônia. Já o amistoso de quarta-feira contra o Bayern de Munique - treinado por Pep Guardiola, ex-Barça -, foi mantido.

(Por Iain Rogers, em Madri)