Argentino Gerardo Martino é contratato como novo técnico do Barcelona

terça-feira, 23 de julho de 2013 08:38 BRT
 

BARCELONA, 23 Jul (Reuters) - O Barcelona anunciou nesta terça-feira a contrataçã do argentino Gerardo Martino, reconhecido adepto do estilo de jogo baseado na troca de passes do clube catalão, para substituir Tito Vilanova como novo treinador do time atual campeão da Espanha.

Martino, de 50 anos e nascido em Rosário assim como o astro do Barça Lionel Messi, fechou acordo por dois anos, anunciou o clube em seu site oficial. "O acordo depende da minuta e da assinatura do contrato", disse o Barça.

"Nas próximas horas, a agenda de sua chegada a Barcelona, a assinatura do contrato e sua apresentação à mídia serão determinados."

Vilanova, de 44 anos, renunciou ao cargo de treinador da equipe para dar prosseguimento ao tratamento contra um câncer na garganta, após ter levado o Barço ao título espanhol em sua primeira temporada no comando.

Conhecido como "Tata" , Martino conduziu o Newell's Old Boys, antigo time de Messi, ao título do campeonato argentino no mês passado e também alcançou as semifinais da Copa Libertadores, sendo derrotado na disputa de pênaltis pelo Atlético Mineiro, este mês.

Ele despontou como treinador à frente da seleção do Paraguai na Copa do Mundo de 2010, quando seu time foi derrotado por 1 x 0 pela Espanha, que depois sagrou-se campeã mundial.

Em 2011, após deixar o Paraguai, ele recusou uma oferta lucrativa da Colômbia e decidiu retornar ao Newell's, clube onde disputou 509 jogos como meio-campista -- muitas delas sob comando do compatriota Marcelo Bielsa, de quem adotou algumas de suas filosofias como treinador.

Ele também é admirador confesso do ex-treinador do Barça Pep Guardiola, que assumiu o campeão alemão e europeu Bayern de Munique no fim da temporada passada.

"Me sinto identificado com o estilo de futebol que o Barcelona joga", disse Martino ao jornal esportivo espanhol Marca em junho.

(Por Iain Rogers)

 
Gerardo Martino, novo técnico do Barcelona, durante partida de seu antigo time, o Newell's Old Boys, em partida do Campeonato Argentino contra o Boca Juniors, em Buenos Aires. 15/11/2012 REUTERS/Marcos Brindicci