Levar Copa do Mundo para Catar foi erro claro, diz membro da Fifa

quarta-feira, 24 de julho de 2013 12:27 BRT
 

Por Karolos Grohmann

BERLIM, 24 Jul (Reuters) - A decisão de realizar a Copa do Mundo de 2022 no Catar foi um erro claro, disse o membro do comitê executivo da Fifa Theo Zwanziger nesta quarta-feira, acrescentando que transferir o torneio para o inverno também seria um grande problema.

A crítica do alemão Zwanziger à decisão de escolher o pequeno Estado do Golfo para organizar o maior evento esportivo do mundo acontece após o presidente da Fifa, Joseph Blatter, ter reiterado sua visão de que a competição não pode ser jogada nos meses de junho e junho, como tradicionalmente acontece, devido ao calor no Catar.

"Foi um erro claro", disse Zwanziger, ex-chefe da Federação Alemã de Futebol (DFB), à revista Sportbild, referindo-se à decisão tomada em 2010 pela entidade responsável pela administração do futebol mundial.

Zwanziger, que ingressou no comitê executivo da Fifa no ano seguinte, também disse que mudar o torneio para os meses de inverno colocaria em risco a unidade do futebol alemão.

"Uma mudança na agenda dos jogos não afeta apenas a Bundesliga, mas afeta as divisões inferiores, devido à ligação com a promoção e rebaixamento. A pirâmide do esporte está em risco, e também está a unidade do futebol alemão."

Transferir a Copa do Mundo para o inverno teria um efeito sísmico no calendário do futebol na Europa.

Muitas ligas tem uma pausa de inverno, mas precisariam de um intervalo de pelo menos seis semanas para acomodar a preparação das seleções nacionais e a disputa da Copa do Mundo.

Fazer a Copa do Mundo em janeiro ou fevereiro também teria um impacto sobre a presença do público e nos índices de audiência na TV para outros eventos esportivos, como o Aberto da Austrália de tênis e as Olimpíadas de Inverno.

Blatter disse um mês após a escolha do Catar como sede da Copa que esperava a transferência do Mundial para o inverno. Na semana passada, ele disse que jogar a Copa do Mundo do Catar no verão está fora de questão.

As temperaturas no Catar em junho e julho regularmente batem os 40 graus Celsius ou mais. No mês passado houve registro de 45 graus Celsius.

 
Theo Zwanziger, ex-presidente da Associação Alemã de Futebol (DFB) e membro do comitê executivo da Fifa, fala com jornalistas após reunião do comitê em Zurique. A decisão de realizar a Copa do Mundo de 2022 no Catar foi um erro claro, disse Zwanziger nesta quarta-feira, acrescentando que transferir o torneio para o inverno também seria um grande problema. 17/07/2012. REUTERS/Arnd Wiegmann