Grosjean é liberado para largar em terceiro após "dano acidental"

sábado, 27 de julho de 2013 16:16 BRT
 

BUDAPESTE, 27 Jul (Reuters) - Os fiscais de prova mantiveram a terceira posição de Romain Grosjean no grid de largada do Grande Prêmio da Hungria neste sábado, depois de concluir que um dano acidental fez com que sua Lotus fosse reprovada em um teste pós-classificação.

O delegado técnico Jo Bauer encaminhou a Lotus aos fiscais depois que se descobriu que o piso frontal do carro do francês estava em desacordo com os regulamentos técnicos por flexionar mais do que o permitido quando uma pressão era submetida a um determinado ponto.

Os fiscais, um deles o ex-piloto de Fórmula 1 e vencedor de Le Mans Allan McNish, decidiram não levar o caso adiante depois de descobrir que o carro tinha sofrido um forte impacto na segunda bateria dos treinos classificatórios, quando ‘afundou' na volta 11.

"Isso foi considerado um caso de dano acidental, não um caso de não cumprimento", atestaram em um comunicado.

Grosjean se classificou atrás da Mercedes de Lewis Hamilton, na pole, e da Red Bull do tricampeão Sebastian Vettel.

Uma sanção teria levado Fernando Alonso --que luta pelo título com sua Ferrari, 34 pontos atrás de Vettel-- da quinta para a quarta posição.

(Por Alan Baldwin)