Fifa suspende investigação sobre ex-membro executivo Chuck Blazer

sexta-feira, 2 de agosto de 2013 13:46 BRT
 

2 Ago (Reuters) - A Fifa suspendeu suas investigações sobre o ex-membro de seu comitê executivo Chuck Blazer, dos Estados Unidos, pelo menos até o final do ano, informou a entidade mundial do futebol nesta sexta-feira.

Robert Torres, que dirige a investigação sobre o dirigente de 68 anos acusado de má gestão financeira em seu papel como secretário-geral da Concacaf, confederação de futebol das Américas do Norte, Central e do Caribe, disse que as investigações parariam até o final de 2013, no mínimo.

"O juiz Torres tomou a decisão depois de receber a confirmação por escrito de que Blazer não estará envolvido em quaisquer atividades relacionadas com o futebol, pelo menos até 31 de dezembro de 2013, e tendo em consideração as circunstâncias que tornavam aconselhável suspender provisoriamente as investigações", disse a Fifa em comunicado publicado em sua página na Internet (www.fifa.com).

Blazer foi suspenso provisoriamente em 6 de maio de tomar parte em qualquer atividade relacionada ao futebol a nível nacional e internacional, e formalmente deixou de ser um membro do comitê executivo no final desse mês.

"Vários violações do código de ética da Fifa parecem ter sido cometidas por Chuck Blazer", disse a Fifa na época.

Blazer e o ex-presidente da Concacaf, Jack Warner, foram descritos pelo chefe do Comitê de Integridade como sendo "fraudulentos em sua gestão" dos negócios da confederação continental.

(Por Mike Collet)