Justiça boliviana determina libertação de corintianos

sexta-feira, 2 de agosto de 2013 20:45 BRT
 

SÃO PAULO, 2 Ago (Reuters) - A Justiça da Bolívia decidiu nesta sexta-feira pela libertação de cinco torcedores do Corinthians que estavam presos no país pela morte do torcedor Kevin Espada, em partida disputada em fevereiro contra o San José, pela Copa Libertadores.

Eles devem voltar ao Brasil no fim de semana, informou o Ministério da Justiça.

Na semana passada, o Ministério Público boliviano havia emitido parecer pela libertação dos presos, concluindo que não havia provas contra os brasileiros e, nesta sexta-feira, foram rejeitados os recursos do San José e da família de Kevin.

"O governo brasileiro recebeu com satisfação a decisão da Justiça boliviana de libertar os últimos cinco brasileiros que se encontravam detidos em Oruro. Os brasileiros foram libertados e estão recebendo todo o apoio da embaixada em La Paz", disse o Ministério das Relações Exteriores em comunicado.

Doze corintianos foram presos no dia 20 de fevereiro, quando um sinalizador que partiu da torcida brasileira matou o jovem Kevin, de 14 anos, nas arquibancadas do estádio do San José. Em junho, sete deles foram soltos.

Um torcedor menor de idade assumiu a responsabilidade por atirar o sinalizador, após voltar da Bolívia para São Paulo.