14 de Agosto de 2013 / às 21:11 / em 4 anos

Brasil perde da Suíça com gol contra de Daniel Alves

O atacante Neymar em lance da partida em que o Brasil perdeu para a Suíça nesta quarta-feira. REUTERS/Arnd Wiegmann

14 Ago (Reuters) - A seleção brasileira perdeu em sua primeira partida depois do título da Copa das Confederações, 1 x 0 para a Suíça, com gol contra de Daniel Alves, nesta quarta-feira, em amistoso disputado na Basileia.

Os brasileiros tiveram boas chances no primeiro tempo, mas, após levar o gol de cabeça do lateral do Barcelona no começo da segunda etapa, não conseguiram se organizar para buscar o empate.

A equipe teve uma atuação bem abaixo do que ocorreu no torneio de junho, quando conquistou cinco vitórias em cinco jogos, incluindo a goleada de 3 x 0 na final contra a Espanha.

“Estamos voltando ao trabalho agora, todos os jogadores estão em pré-temporada, é difícil ter um ritmo bom ainda, mas foi bom para reencontrar todo mundo, voltar ao trabalho. Da próxima vez a gente vai bem melhor”, disse o atacante Neymar, que jogou a partida inteira.

O técnico Luiz Felipe Scolari escalou a equipe com a base do time campeão da Copa das Confederações. Houve apenas duas mudanças: Dante substituiu o lesionado David Luiz na zaga e o goleiro Jefferson entrou na vaga de Julio Cesar, que está sem clube desde que deixou, na última temporada, o Queen’s Park Rangers, que caiu para a segunda colocação do Campeonato Inglês.

O técnico brasileiro alertou na terça-feira que os atletas precisam jogar, nem que seja na “décima divisão”, para manterem seus lugares na seleção brasileira, que, segundo ele, deve ficar à frente de questões monetárias.

O Brasil começou melhor a partida e teve duas chances com Hulk. Na primeira, pelo lado esquerdo, ele chutou por cima do gol e na outra, cara a cara com o goleiro rival, tocou fraco com a perna direita, facilitando a defesa de Benaglio.

Aos poucos a Suíça foi se lançando ao ataque, tentando, principalmente, chutes de longa distância, como no final da primeira etapa, com Shaqiri, que teve o chute defendido por Jefferson.

Aos 30 minutos, Neymar, que recebeu cartão amarelo por falta violenta, teve chance na entrada da área, mas chutou para fora, fraco, de canhota. O atacante do Barcelona chegou a reclamar de pênalti num lance em que foi agarrado dentro da área. Ele parou a jogada que poderia ter dado sequência, e o árbitro nada marcou.

A melhor chance brasileira no primeiro tempo, no entanto, foi um cabeceio de Paulinho que tocou no travessão, aos 38 minutos. Pouco depois, Oscar recebeu lindo passe de Hulk dentro da área, mas chutou para fora.

No segundo tempo, a Suíça marcou logo aos 3 minutos, quando Daniel Alves cabeceou contra seu próprio gol sem ser ameaçado por nenhum rival.

Pouco depois, Felipão fez várias mudanças no time, colocando Maxwell, único convocado que não disputou a Copa das Confederações, Jô, Fernando, Hernanes, Lucas e Jean.

Desarrumado, o Brasil teve dificuldades e não criou nenhuma chance clara para empatar.

As próximas duas partidas da seleção ocorrem em setembro. No dia 7, enfrenta a Austrália em Brasília, e três dias depois encara Portugal em Boston, nos Estados Unidos.

Por Tatiana Ramil, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below