Campeã de Wimbledon Marion Bartoli se aposenta aos 28 anos

quinta-feira, 15 de agosto de 2013 14:57 BRT
 

Por Steve Keating

CINCINNATI, 15 Ago (Reuters) - Com o sonho de uma vida realizado com a conquista do título de Wimbledon, Marion Bartoli decidiu que não tinha mais nada a buscar no esporte e chocou o mundo do tênis com uma despedida súbita e comovente, na noite de quarta-feira.

Apenas seis semanas antes, a francesa de 28 anos derramava lágrimas de alegria sob os aplausos do público depois de uma vitória sobre a alemã Sabine Lisicki na final de Wimbledon, alcançando seu primeiro e único título de Grand Slam.

Bartoli estava no topo do mundo esportivo mas caiu duramente no chão, na quarta-feira, ao sofrer uma derrota na segunda rodada para a romena Simona Halep no Masters de Cincinnati, que foi suficiente para convencê-la a desistir.

"Bem, nunca é fácil e obviamente que nunca é hora de dizer isso, mas essa foi na verdade a última partida de minha carreira. Lamento", disse a tenista número 7 do mundo, com lágrimas nos olhos.

"É hora de me aposentar e de terminar a carreira. Sinto que é o momento de ir embora. Meu corpo, eu simplesmente não consigo fazer mais isso".

Campeã de oito títulos da WTA, Bartoli disputou todos os torneios do Grand Slam desde o Aberto dos EUA de 2002, e era vista como uma das competidoras mais regulares do esporte.

Mas ela deixou claro que 13 anos no circuito cobraram um preço alto, que ela não está mais disposta a pagar.

"Passei por várias lesões desde o início do ano", disse. "Fiquei fora do circuito por tanto tempo que eu realmente pressionei e dei tudo durante Wimbledon. Eu realmente senti que dei toda a energia que tinha em meu corpo. Sinto dores em toda parte depois de 45 minutos ou uma hora de jogo. Venho fazendo isso há tanto tempo... é apenas respeito ao corpo, não posso mais fazer isso".

 
A campeã de Wimbledon Marion Bartoli, da França, ergue seu troféu em entrevista próximo a Paris, França. Com o sonho de uma vida realizado com a conquista do título de Wimbledon, Marion decidiu que não tinha mais nada a buscar no esporte e chocou o mundo do tênis com uma despedida súbita e comovente. 9/07/2013 REUTERS/Christian Hartmann