Estádio de Curitiba desiste de cobertura retrátil para Copa de 2014

segunda-feira, 19 de agosto de 2013 21:24 BRT
 

19 Ago (Reuters) - O estádio Arena da Baixada, em Curitiba, não terá uma cobertura retrátil na Copa do Mundo de 2014, como havia planejado, para cumprir o prazo de entrega de dezembro, disse nesta segunda-feira o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, após acordo com o Clube Atlético Paranaense, dono da arena.

"Tivemos uma discussão sobre a situação de Curitiba, se estaria pronta, e aí fizemos um pedido para a cidade e o clube de adiar a cobertura retrátil para que o estádio esteja pronto para a Copa", afirmou Valcke, segundo comunicado, depois de vistoriar o estádio.

"Estamos confiantes de que chegamos às metas almejadas para que Curitiba seja uma das cidades-sede a Copa. Agora que essa questão foi resolvida, para nós não há mais preocupação nem dúvidas."

O secretário-geral explicou que a cobertura retrátil não era um requisito da Fifa para o estádio.

A Fifa estabeleceu dezembro deste ano como prazo máximo de entrega dos estádios para que possam receber eventos-teste para o Mundial, que começa em junho do próximo ano.

Segundo o Atlético-PR, o estádio atingiu 75,11 por cento de conclusão, e a expectativa é de fazer o primeiro jogo depois da reforma no dia 26 de janeiro, já como teste para a Copa do Mundo.

Antes da visita a Curitiba, Valcke e autoridades brasileiras estiveram no estádio de São Paulo, sede da abertura do Mundial, e elogiaram a arena, que tem 86 por cento das obras finalizadas.

(Por Tatiana Ramil, em São Paulo)