21 de Agosto de 2013 / às 19:29 / 4 anos atrás

Felipão projeta equipe pronta para Mundial no fim deste ano

RIO DE JANEIRO, 21 Ago (Reuters) - A seleção brasileira que vai disputar a Copa do Mundo de 2014 em casa vai estar praticamente pronta no fim deste ano, segundo o técnico Luiz Felipe Scolari, que deverá ser mais exigente com os jogadores nos próximos amistosos.

Sem competições oficiais e com poucos amistosos, Felipão pretende fechar o grupo brasileiro em 2013. A base já está definida e será o time que conquistou a Copa das Confederações, em junho.

"A gente pode até o último momento acrescentar um ou outro nome, mas normalmente a base será mantida e no último amistoso de março já teremos dos 23 quase que a definição total", disse o treinador em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

"Vamos convocar até o fim do ano e depois fica difícil acrescentar mais 3, 4 ou 5 nomes. Podemos acrescentar um e olhe lá", completou ele, ao anunciar os convocados para os dois próximos amistosos.

O Brasil enfrenta em setembro Austrália e Portugal, em Brasília e nos Estados Unidos, respectivamente, e depois deve fazer mais três partidas preparatórias até o fim de 2013. Uma delas, em outubro, na China, contra Zâmbia ou Gana. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) negocia ainda com as seleções da Coreia do Sul, África do Sul e a própria China.

Em março do ano que vem, o Brasil fará mais um amistoso, contra um adversário a ser definido.

O treinador se mostrou otimista com a possibilidade de o Brasil vencer o Mundial em casa. A seleção venceu a Copa das Confederações de forma invicta, mas logo no primeiro amistoso após a conquista, a seleção perdeu para Suíça, por 1 x 0, na Basileia, com um gol contra de Daniel Alves.

Felipão alertou que a partir de agora vai ser mais exigente com o desempenho da seleção brasileira. "Temos que dar um passo mais à frente que na Suíça e vamos exigir mais", declarou ele.

Para os amistosos de setembro, o treinador brasileiro evitou prejudicar os times do país, envolvidos em partidas do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, e só chamou um jogador de cada clube.

O zagueiro Réver, do Atlético Mineiro, que participou da conquista da Copa das Confederações, ficou de fora, e do seu time foi chamado o atacante Jô. Na vaga do defensor, Felipão convocou Henrique, do Palmeiras, que também pode atuar no meio-campo.

Felipão cogita experiências táticas nos próximos amistosos até o fim do ano e revelou que busca jogadores polivalentes.

"Podemos jogar com 3 volantes e 2 atacantes centrais. Queremos jogadores que sejam os melhores para a Copa, que possam jogar em 2 ou 3 posições", finalizou o treinador.

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below