Corredor cubano Orlando Ortega deserta em Moscou, diz federação

quarta-feira, 21 de agosto de 2013 20:25 BRT
 

HAVANA, 21 Ago (Reuters) - Orlando Ortega, esperança cubana para a Olimpíada do Rio-2016, desertou da delegação que disputou o Mundial de Moscou, disse a TV russa na quarta-feira, citando fontes da Federação Cubana de Atletismo.

Ortega, de 22 anos, é considerado sucessor de Dayron Robles, ex-recordista mundial dos 110 metros com barreiras, que se desligou da seleção olímpica cubana e se mudou para a Europa para competir pelo clube Monaco.

Em nota, a federação de atletismo confirmou a deserção de Ortega, que havia sido eliminado na primeira fase da competição em Moscou, com o tempo de 13s69. Ele havia sido sexto na Olimpíada de Londres-2012, e chegou a ter a terceira melhor marca do circuito neste ano, 13s08.

Ao longo dos anos, muitos outros esportistas cubanos aproveitam competições no exterior para fugir do regime comunista da ilha, buscando carreiras mais lucrativas no profissionalismo.

A Federação Cubana de Atletismo disse que atitudes como a de Ortega "nada têm a ver com os princípios que nos inspiram, e sempre serão repudiadas".

Outrora uma potência esportiva, Cuba ficou apenas em 23º lugar no Mundial de Moscou, com uma medalha de prata e duas de bronze.

(Reportagem de Nelson Acosta)