Alonso minimiza bronca da Ferrari

quinta-feira, 22 de agosto de 2013 18:54 BRT
 

Por Alan Baldwin

SPA-FRANCORCHAMPS, Bélgica, 22 Ago (Reuters) - Fernando Alonso falou na quinta-feira sobre a rara bronca pública que levou da Ferrari depois de fazer comentários negativos sobre o carro da equipe, no mês passado.

"Acho que foi uma informação errada que chegou ao presidente", disse ele sobre os comentários do dirigente Luca Di Montezemolo, publicados no site da equipe um dia depois do GP da Hungria, quando o espanhol completava 32 anos.

A Ferrari disse na ocasião que Montezemolo havia "puxado a orelha" do piloto por ter dito a jornalistas italianos que o carro que desejava ganhar de presente era "o que os outros têm".

Alonso disse a jornalistas na Bélgica que a Ferrari recuperou as gravações de suas entrevistas coletivas e não achou "nada diferente de nenhum outro grande prêmio, nada diferente na equipe".

Ele também minimizou as especulações sobre seu futuro, intensificadas depois que seu agente, Luis García Abad, foi visto em conversas com a Red Bull na Hungria. Abad disse que estava falando sobre a carreira do jovem piloto espanhol Carlos Sainz Junior, ligado à Red Bull.

"Acho que o presidente (Montezemolo) é um homem muito inteligente de separar o que são rumores e o que pode ser verdade", disse Alonso. "Ele nunca me perguntou nada (sobre a permanência na Ferrari)."