Nyad pula na água para nadar de Cuba até a Flórida

sábado, 31 de agosto de 2013 13:57 BRT
 

HAVANA, 31 Ago (Reuters) - A nadadora de longas distâncias Diana Nyad pulou na água em Cuba no último sábado e começou a se dirigir para casa, em Key West, Flórida, perseguindo um sonho que ela alega ter quase tirado a sua vida no ano passado.

"Eu aprendi que, quando você vê um mar bonito e calmo como esse, não pode achar que será assim para sempre. Eu admito que estou assustada. Eu sei o que tem lá fora", disse Nyad, de 64 anos, enquanto se preparava para entrar na água na Marina Hemingway, de Havana.

Os seus maiores desafios durante os 166 quilômetros de nado, além da fadiga, serão as venenosas águas-vivas que flutuam no estreito da Flórida, os tubarões, tempestades, ondas e a imprevisível corrente do golfo, que vai de oeste a leste entre Cuba e Flórida.

Se ela for bem sucedida, Nyad, que em quatro oportunidades não conseguiu completar a travessia, se tornaria a recordista mundial de nado mais longo sem assistências, ou seja, sem uma jaula para tubarões ou roupas especiais para protegê-la. Ela não usava nadadeiras.

Nyad disse na última sexta-feira que desistiu da tentativa do ano passado por causa de uma queimadura de água-viva, mas desta vez vai usar uma máscara de silicone.

(Por Marc Frank)

 
Nadadora de longas distâncias Diana Nyad vibra antes de iniciar tentativa de ir de Havana, Cuba a Key West, na Flórida, perseguindo um sonho que ela alega ter quase tirado a sua vida no ano passado. 31/08/2013 REUTERS/Enrique De La Osa