Ozil diz que trocou Real por Arsenal porque não tinha apoio de Ancelotti

terça-feira, 3 de setembro de 2013 12:28 BRT
 

MADRI, 3 Set (Reuters) - Mesut Ozil trocou o Real Madrid pelo Arsenal porque percebeu que não tinha mais a confiança do técnico Carlo Ancelotti, disse o meia alemão.

O Arsenal estabeleceu um novo valor recorde de contratação ao desembolsar 42,5 milhões de libras para contratar Ozil na segunda-feira, dias após o jogador ter afirmado que ficaria no time espanhol pela quarta temporada seguida.

Ozil irritou-se com Ancelotti após ter sido substituído no jogo do Campeonato Espanhol contra o Granada, no mês passado, e por ter ficado apenas no banco de reservas na vitória por 3 x 1 em casa contra o Atlético Bilbao, no domingo.

"Eu estava certo... que permaneceria no Real Madrid", disse Ozil em entrevista publicada no site da federação alemã nesta terça-feira.

"Depois percebi que não tinha a confiança do técnico e dos dirigentes", acrescentou o meia, de 24 anos. "Sou um jogador que precisa dessa confiança, e vi que teria isso no Arsenal, e por isso estou indo para lá."

A saída de Ozil do Real Madrid, que ocorreu após a contratação do meia galês Gareth Bale, do Tottenham Hotspur, pelo recorde mundial de 100 milhões de euros, foi criticada na Espanha, uma vez que ele era um dos jogadores mais talentosos do elenco.

Ozil fez 31 passes para gol nas duas últimas temporadas, mais do que qualquer outro jogador na Espanha, e fez excelente parceira com o atacante português Cristiano Ronaldo.

Torcedores do Real que lotaram o estádio Santiago Bernabéu para a apresentação de Bale na segunda-feira pediram a permanência de Ozil, e o jogador agradeceu o apoio da torcida de seu antigo clube.

"Você fica triste, com certeza, quando ouve coisas assim, mas eu desejo o melhor a meus amigos de lá, que eles continuam bem e tenham sucesso", disse.

(Reportagem de Iain Rogers)

 
Jogador do Real Madrid Mesut Ozil comemora gol marcado contra o Atlético de Bilbao em partida válida pelo Campeonato Espanhol, em Madri. Ozil trocou o Real Madrid pelo Arsenal porque percebeu que não tinha mais a confiança do técnico Carlo Ancelotti, disse o meia alemão. 17/11/2012. REUTERS/Susana Vera