Messi e pai pagam 5 milhões de euros em caso de fraude tributária

quarta-feira, 4 de setembro de 2013 19:25 BRT
 

MADRI, 4 Set (Reuters) - O atacante do Barcelona Lionel Messi e seu pai Jorge pagaram 5 milhões de euros (6,6 milhões dólares) para as autoridades espanholas, depois de serem acusados em junho de supostos crimes de fraude fiscal, informou um comunicado do tribunal nesta quarta-feira.

O jogador e seu pai depositaram 5.016.542,27 euros no mês passado como um "pagamento corretivo", disse o tribunal de Gava, perto de Barcelona.

Eles ainda vão comparecer a uma audiência em 17 de setembro, embora seu advogado tenha pedido adiamento, pois tem outro compromisso neste dia, acrescentou o comunicado.

O jogador argentino e seu pai, que negam qualquer irregularidade, teriam ocultado mais de 4 milhões de euros com a apresentação de declarações incompletas para os anos de 2006 a 2009.

Os recursos de direitos de imagem de Messi foram ocultados com o uso de uma complexa teia de empresas de fachada no Uruguai, Belize, Suíça e Reino Unido, segundo o escritório do promotor para crimes fiscais na Catalunha.

"Eu nunca cuidei dessas coisas, nem meu pai", disse o jogador de 26 anos em julho.

"Temos os nossos advogados e os nossos gestores para cuidar disso, nós confiamos neles e eles vão resolver. A verdade é que eu não tenho a menor ideia sobre tudo isso", acrescentou.

Messi mora em Barcelona desde 2000 e ganhou cidadania espanhola em 2005.

Ele é um dos atletas mais bem pagos do mundo e ganha mais de 20 milhões de dólares por temporada em salários e gratificações, segundo a revista Forbes.

(Reportagem de Iain Rogers)

 
Lionel Messi, do Barcelona, comemora um gol contra o Levante durante partida no estádio de Camp Nou em Barcelona, Espanha. Messi e seu pai Jorge pagaram 5 milhões de euros (6,6 milhões dólares) para as autoridades espanholas, depois de serem acusados em junho de supostos crimes de fraude fiscal, informou um comunicado do tribunal nesta quarta-feira. 18/08/2013 REUTERS/Albert Gea