Istambul diz que sediar Olimpíada de 2020 irá "ajudar a paz"

sábado, 7 de setembro de 2013 14:35 BRT
 

Por Julian Linden

BUENOS AIRES, 7 Set (Reuters) - Istambul fez um pedido emotivo ao Comitê Olímpico Internacional (COI) neste sábado para sediar a Olimpíada de 2020 na Turquia, dizendo que ajudaria a levar a paz à conturbada região.

O COI jamais sediou uma Olimpíada em um país predominantemente muçulmano, mas a equipe de campanha de Istambul, que inclui o primeiro-ministro Tayyip Erdogan, exortou os membros do COI a romperem com a história e votar em sua cidade.

"Vivemos em uma época na qual nossa região e o mundo anseiam por paz, e neste momento crítico gostaríamos de enviar uma mensagem forte de paz para todo o mundo", disse Erdogan.

A Turquia compete com Madri e Tóquio pelo direito de sediar os Jogos. Cada cidade faz sua apresentação perante os membros do COI, que votam ainda neste sábado.

Erdogan voou 16 horas durante a noite para chegar a Buenos Aires e poder se dirigir pessoalmente ao COI depois de passar os últimos dias na cúpula do G20 na Rússia, discutindo a crise síria com líderes mundiais como o presidente dos EUA, Barack Obama.

Em sua apresentação ao COI, o premiê não mencionou especificamente a Síria ou algum dos outros países conturbados na vizinhança da Turquia, e tampouco os distúrbios na Praça Taksim meses atrás.

Entretanto, sublinhou que conceder a Olimpíada a Istambul seria um catalisador de mudanças no Oriente Médio.

"Se os Jogos Olímpicos forem sediados na Turquia, onde a maioria da população é muçulmana, isso enviará uma mensagem para toda a nossa região, que tanto precisa de paz".   Continuação...