7 de Setembro de 2013 / às 23:24 / 4 anos atrás

Novo lado direito do Brasil surpreende Felipão e pode ganhar nova chance

BRASÍLIA, 7 Set (Reuters) - O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, ficou surpreso com a boa a atuação do trio formado por Maicon, Ramires e Bernard no lado direito da equipe que goleou a Austrália por 6 x 0, neste sábado, e disse que considera dar mais oportunidade aos jogadores, que aturam juntos pela primeira vez.

Nenhum dos três fez parte do time titular campeão da Copa das Confederações, em junho, e o trio só teve a oportunidade de começar jogando contra os australianos em consequência das lesões dos titulares Daniel Alves, Oscar e Hulk.

Mas, apesar de estarem jogando juntos pela primeira vez, os jogadores se destacaram na goleada em Brasília, em que o Brasil dominou completamente o adversário e teve ótimo desempenho atacando pelo lado direito.

Ramires fez um dos gols brasileiros, enquanto Bernard participou das jogadas que resultaram nos dois gols do atacante Jô.

"Surpresa, claro, porque nunca atuaram juntos, mas são grandes jogadores. Maicon, Ramires e Bernard são grande jogadores, então pode ser que surjam aí mais nomes para que eu possa compor a seleção", afirmou o treinador em entrevista coletiva após a partida disputada no Estádio Nacional Mané Garrincha, um dos palcos da Copa do Mundo de 2014.

"À medida que vamos dando oportunidade, algumas vezes estamos acrescentando nomes na nossa lista", disse. "Gostei dos jogadores que entraram, que saíram jogando, achei que a equipe se comportou como uma equipe que está se preparando para o Mundial com dedicação", acrescentou.

Apesar de terem experiência na seleção, o lateral-direito Maicon e o meio-campista Ramires não fizeram parte do time convocado para a disputa da Copa das Confederações, torneio preparatório para o Mundial de 2014. Bernard, por sua vez, foi utilizado como substituto em algumas partidas e recebeu elogios do treinador por sua "alegria nas pernas".

Felipão mais uma vez destacou neste sábado o papel do meia-atacante, de 20 anos, que foi recentemente contratado pelo Shakhtar Donestk junto ao Atlético Mineiro.

"Foi bem demais", disse o técnico. "É bom que ele venha trabalhando, assim vai ganhando pontos, vai cristalizando uma possibilidade de fazer parte desse grupo".

Segundo o treinador, a seleção lembrou contra a Austrália o time que ganhou a Copa das Confederações, apagando a imagem negativa deixada pela derrota por 1 x 0 para a Suíça, em agosto, no primeiro jogo após a conquista do título.

"Independentemente se o adversário era muito qualificado ou menos qualificado, eles jogaram desta forma como jogaram na Copa das Confederações, isso para mim foi o que mais me deixou alegre", disse.

O próximo jogo do Brasil será na terça-feira, contra Portugal, em Boston, nos Estados Unidos. O lateral-esquerdo Marcelo, que deixou o jogo deste sábado com uma lesão, pode ser cortado dependendo do grau da contusão.

Reportagem de Nestor Rabello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below