Saída de Massa abre porta para Raikkonen na Ferrari

terça-feira, 10 de setembro de 2013 20:51 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES, 10 Set (Reuters) - O brasileiro Felipe Massa anunciou nesta terça-feira que deixará a Ferrari no final da temporada, abrindo a porta para Kimi Raikkonen voltar à equipe que o levou ao título da Fórmula 1 em 2007.

"Não vou mais correr pela Ferrari a partir de 2014! Gostaria de agradecer pela amizade, vitórias e um lindo momento com a Ferrari", disse o piloto em sua conta do Twitter.

"Vou com tudo para as últimas sete corridas como piloto da Ferrari! A partir de agora quero achar uma equipe que me dê um carro competitivo para conseguir mais vitórias e vencer um campeonato que é o meu sonho", acrescentou.

Raikkonen, atualmente na Lotus, tem sido amplamente cotado para retornar à equipe que ele deixou em 2009 para abrir caminho para o espanhol bicampeão Fernando Alonso.

No entanto, não houve comentários da equipe, e o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, mais cedo evitou perguntas sobre o finlandês quando questionado por jornalistas no Salão do Automóvel de Frankfurt.

"Nós não vamos falar sobre Formula 1 hoje", disse o italiano. "Eu estou tentando convencer um piloto a voltar e vou falar com Schumacher amanhã", brincou.

O heptacampeão Michael Schumacher, agora com 44 anos e aposentado após sua passagem pela Mercedes acabar no ano passado, definitivamente não voltará a pilotar. Raikkonen, de 33 anos, com o olhar glacial e 'Iceman' tatuado em seu antebraço, certamente estará no grid.

Rumores no paddock após GP da Itália do último fim de semana, em Monza, davam conta de que o acordo está fechado, embora a Lotus tenha dito que ainda esperava manter o finlandês, e o alemão Nico Hulkenberg também tenha sido considerado na Ferrari.   Continuação...

 
Felipe Massa durante classificação para o GP da Bélgica, em 24 de agosto deste ano. Nesta terça-feira, o brasileiro anunciou que não pilotará pela Ferrari em 2014. REUTERS/Francois Lenoir