Laboratório do Rio fará parceria para realizar antidoping na Copa de 2014

quarta-feira, 11 de setembro de 2013 15:42 BRT
 

11 Set (Reuters) - Descredenciado pela Agência Mundial Antidoping (Wada), o Ladetec, laboratório com sede no Rio de Janeiro, vai fazer parceria com um dos locais credenciados internacionalmente para poder realizar exames antidoping durante a Copa do Mundo de 2014, informou nesta quarta-feira o Ministério do Esporte.

Com a parceria, o Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem, ligado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), fará exames de sangue e efetuará o passaporte biológico dos jogadores, uma exigência da Fifa.

"Também será apresentada à Wada e à Fifa uma proposta para montagem de um 'laboratório-satélite' para os exames de urina durante a Copa", disse o ministério em nota.

O Ladetec teve o credenciamento revogado pela Wada no final de agosto por não cumprir com as normas internacionais. O local era o único laboratório do Brasil credenciado para fazer exames antidoping.

O diretor executivo da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), Marco Aurelio Klein, participou no dia 6 de setembro de uma reunião com a direção da Wada, em Montreal, no Canadá, e ficou acertado que o Ladetec entrará com o pedido de recredenciamento via "fast track", procedimento mais rápido que os trâmites tradicionais.

Quando o novo prédio do laboratório estiver pronto e equipado, em meados de 2014, será feito o pedido de novo credenciamento, de acordo com o ministério.

"A partir daí, o Ladetec entrará num estágio probatório e, por cerca de um ano, terá de demonstrar capacidade técnica e operacional para fazer os testes conforme os requisitos da agência mundial. Dessa forma, o tempo para o credenciamento, que normalmente leva de 16 a 24 meses, poderá cair pela metade", disse o ministério.

A expectativa do ministério é que o Ladetec esteja recredenciado e autorizado a fazer exames antidoping no segundo semestre de 2015, a tempo dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

"Reconhecemos o problema e reiteramos nosso compromisso de solucioná-lo no menor prazo para que o Brasil volte a ter seu laboratório acreditado conforme as normas da Wada e do código mundial de controle de dopagem", declarou Klein, segundo o comunicado.

O novo prédio do Ladetec começou a ser construído em fevereiro deste ano e deverá ficar pronto no primeiro semestre de 2014. O Ministério do Esporte disse ter repassado 15,7 milhões de reais à UFRJ para obras e projetos de engenharia.

(Por Tatiana Ramil, em São Paulo)