Ozil diz que técnico Wenger foi chave em transferência para o Arsenal

quinta-feira, 12 de setembro de 2013 13:39 BRT
 

LONDRES, 12 Set (Reuters) - Mesut Ozil disse que a confiança demonstrada pelo técnico do Arsenal, Arsene Wenger, em seu trabalho foi o fator-chave para decidir trocar o Real Madrid pelo time londrino no último dia da janela de transferências.

O Arsenal estabeleceu um novo valor recorde para uma contratação do clube ao desembolsar 42 milhões de libras (66,42 milhões de dólares) por Ozil, e o jogador garantiu não considerar a mudança um passo atrás na carreira, em meio à surpresa generalizada por sua saída do time espanhol.

"A coisa mais importante foi o plano (do treinador) para mim e o que ele pensa sobre mim", disse Ozil, que criou 92 chances de gols para seus companheiros no Real Madrid na temporada passada, em sua primeira entrevista coletiva como jogador do Arsenal.

Falando em alemão através de um interprete, Ozil disse que o Arsenal oferece o ambiente perfeito para ele evoluir.

"Eu tive um bom tempo em Madrid e tive momentos lá", disse. "Vocês podem ver a reação dos jogadores e dos torcedores (do Real), eles não entenderam (porque eu sai), mas o futebol é assim e você tem que olhar para frente."

"Quero continuar me desenvolvendo aqui e sinto que estou no clube certo. Eu conheço o sucesso do Arsenal. Sei que o passo para cá foi correto. Muitos jovens jogadores vieram para cá e melhoraram. Estou feliz por jogar com um grande técnico", disse.

"Tenho uma nova função aqui, temos grandes objetivos e vamos trabalhar muito duro para alcançar esses objetivos", acrescentou.

Ozil deve estrear pela equipe inglesa contra o Sunderland, fora de casa, especialmente devido ao desfalque do meia tcheco Tomás Rosicky, que machucou-se jogando pela seleção de seu país esta semana.

(Reportagem de Martyn Herman)

 
Mesut Ozil durante sessão de treino da seleção da Alemanha em Munique. Ozil disse que a confiança demonstrada pelo técnico do Arsenal, Arsene Wenger, em seu trabalho foi o fator-chave para decidir trocar o Real Madrid pelo time londrino no último dia da janela de transferências. 5/09/2013. REUTERS/Michael Dalder