Prefeita descarta ideia de Madri disputar Jogos de 2024

quinta-feira, 12 de setembro de 2013 14:32 BRT
 

MADRI, 12 Set (Reuters) - A prefeita de Madri, Ana Botella, descartou a possibilidade de a cidade concorrer à realização dos Jogos Olímpicos de 2024, depois de seu fraco desempenho na semana passada na disputa pelo direito de sediar a edição de 2020.

Logo na primeira etapa da votação os membros do Comitê Olímpico Internacional (COI), reunidos em Buenos Aires, eliminaram Madri, que concorria pela terceira vez seguida, deixando na disputa Istambul e Tóquio, que foi a escolhida.

A apresentação de Madri ao COI foi bastante ridicularizada, sendo que a prefeita, que é mulher do ex-primeiro-ministro conservador José María Aznar, foi alvo das críticas mais pesadas, depois de ela ter se expressado num inglês ruim em uma entrevista à imprensa.

"Acho que no momento a corrida pelas Olimpíadas nos deu todos os benefícios que poderíamos esperar delas nos próximos anos", disse Ana no intervalo de um fórum com líderes políticos e empresariais em Madri nesta quinta-feira.

"Portanto, acredito que Madri não deveria tentar ser a anfitriã dos Jogos de 2024", acrescentou.

Além da apresentação decepcionante, surgiram várias outras teorias sobre o fracasso da cidade, incluindo a decisão de apresentar sua proposta como "opção de austeridade" e a percepção de que a Espanha é condescendente com o doping.

Essa foi a quarta vez que Madri é derrotada numa disputa pelos Jogos, já que a cidade também perdeu na votação de 1972, vencida por Munique.

(Reportagem de Raquel Castillo)