Ferrari afirma que Raikkonen não é uma escolha anti-Alonso

quinta-feira, 12 de setembro de 2013 18:22 BRT
 

12 Set (Reuters) - A Ferrari diz que sua decisão de trazer o campeão mundial de 2007 Kimi Raikkonen de volta à escuderia na próxima temporada vai ajudar e não prejudicar as chances de Fernando Alonso.

"Para alguém que pensa que a escolha de Kimi é de alguma forma uma escolha anti-Alonso, posso tranquilizar suas mentes", disse o chefe da equipe, Stefano Domenicali, ao site da Ferrari (www.ferrari.com).

"Na Ferrari, todo mundo sabe que os interesses da equipe vêm em primeiro lugar e só depois os do indivíduo. Fernando é um ativo fundamental para esta equipe e ele será por um longo tempo."

"Tenho certeza que ele é o primeiro a ficar feliz com a escolha feita para fortalecer o grupo, porque ele é muito inteligente para não perceber que uma equipe mais forte só pode ser uma vantagem", acrescentou o italiano.

O bicampeão mundial Alonso deixou claro antes do acordo com Raikkonen que ele ficaria feliz em continuar com o brasileiro Felipe Massa como seu companheiro de equipe.

Em comentários feitos na quarta-feira, após o anúncio de Maranello, o espanhol prestou homenagem a Massa e saudou o seu novo "companheiro de viagem", sem mencionar o nome do finlandês.

Domenicali disse que a combinação de Alonso e Raikkonen foi a melhor que a Ferrari poderia ter e que ambos iriam começar em igualdade de condições.

O italiano também abordou as preocupações sobre a capacidade de Raikkonen para trabalhar em equipe e ajudar a desenvolver e melhorar o carro tecnicamente.

"Quanto ao lado técnico das coisas, não só nós sabemos muito bem o quanto Kimi pode contribuir em um momento importante como este ... mas também temos informações de primeira mão de James Allison a respeito de quanto o finlandês também tem progredido nesta área ao longo dos últimos dois anos", afirmou.

Allison estava com Raikkonen na Lotus, onde foi diretor técnico antes de começar a trabalhar na Ferrari este mês.

(Reportagem de Alan Baldwin)