14 de Setembro de 2013 / às 17:10 / em 4 anos

Manchester United pena para derrotar Palace desfalcado

Jogador do Manchester United Wayne Rooney celebra seu gol com parceiros do time durante partida do campeonato inglês contra o Crystal Palace em Old Trafford, em Manchester, 14 de setembro de 2013. Robin van Persie e Wayne Rooney deram ao Manchester United uma vitória suada de 2 x 0 sobre um Crystal Palace com dez jogadores neste sábado, com um desempenho que não deve insuflar muito temor em seus adversários no campeonato inglês. REUTERS/Darren Staples

Por Toby Davis

LONDRES, 14 Set (Reuters) - Robin van Persie e Wayne Rooney deram ao Manchester United uma vitória suada de 2 x 0 sobre um Crystal Palace com dez jogadores neste sábado, com um desempenho que não deve insuflar muito temor em seus adversários no campeonato inglês.

Após dois jogos sem marcar, o pênalti polêmico de Van Persie depois de meia hora de partida, seu terceiro gol na temporada, causou visível alívio na torcida da casa.

O árbitro Jon Moss expulsou o zagueiro Kagisho Dikgacoi, do Palace, por derrubar Ashley Young, mas replays mostraram que o contato inicial foi bem fora da área.

O United, que teve dois pedidos de penalidade recusados, lutava para pegar embalo, apesar da posse de bola, e só duplicou a vantagem a nove minutos do final.

Rooney, que ficou de fora do último jogo na liga inglesa e de dois no exterior por causa de um corte na cabeça e ainda usava uma faixa, bateu uma cobrança de falta em curva a 25 metros do gol e garantiu a vitória.

O novo contratado Marouane Fellaini estreou no banco, mas se uniu à refrega no segundo tempo e sua atitude combativa ajudou a conter as ambições limitadas do Palace.

O United não tinha pressa de decidir a partida, e enquanto o Palace ia para o tudo ou nada os campeões pouco ousavam no ataque.

O resultado ajudou o United a compensar um início de temporada ruim e o levou aos sete pontos em quatro rodadas. O recém-promovido Palace acumula três.

Depois de ser multado e proibido de permanecer no campo por criticar o árbitro na partida de estreia contra o Tottenham Hotspur, o técnico do Palace, Ian Holloway, relutou em fazer comentários.

“Minha opinião não conta, porque o resultado é o resultado e simplesmente tenho que lidar com ele”, disse ele ao canal de TV BT Sport.

“Eu literalmente não posso arcar com isso, então não posso dizer nada (sobre a penalidade e expulsão) e deixar que os outros julguem. Mas ele (o árbitro) tem um trabalho difícil, especialmente no estádio do United, com uma torcida da casa tão barulhenta”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below