Ex-campeão mundial de boxe Ken Norton morre aos 70 anos

quinta-feira, 19 de setembro de 2013 13:38 BRT
 

Por Tim Gaynor

PHOENIX, 19 Set (Reuters) - O norte-americano Ken Norton, ex-campeão mundial peso-pesado de boxe que quebrou a mandíbula de Muhammad Ali durante luta em 1973, morreu na quarta-feira em um hospital do Arizona, aos 70 anos.

Norton, que morreu em Bullhead City, perto da divisa entre os Estados de Arizona e Nevada, vinha sofrendo de insuficiência cardíaca congestiva, disse Patrick Tenore, amigo e agente corporativo do ex-lutador.

"Ele ficou numa clínica de reabilitação (médica) por quase um ano, e no início desta tarde, ele faleceu", disse Tenore à Reuters. "Ele não era só um tremendo lutador, mas também o ser-humano mais justo, educado e generoso."

Norton ingressou no boxe como peso-pesado quando estava servindo no Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, e tornou-se profissional após a dispensa das Forças Armadas, em 1967, de acordo com a ESPN.

Ele ganhou destaque em 1973, quando quebrou a mandíbula de Ali durante a primeira luta entre ambos, conquistado o título dos peso-pesados da Federação Norte Americana de Boxe, em uma decisão dividida após 12 rounds.

A equipe de Ali disse que o maxilar foi quebrado no início da luta, mas Norton disse à Reuters em uma convenção de boxe em Cancún, no México, mais de três décadas depois, que um soco no 11º round causou a fratura.

Ali ganhou uma luta de revanche, também por decisão dividida, quase seis meses depois, e manteve o título dos peso-pesados ​​em um terceiro encontro entre ambos, em 1976.

Norton ganhou um torneio eliminatório dos pesos-pesados ​​no ano seguinte, e posteriormente foi declarado campeão mundial pelo Conselho Mundial de Boxe. Ele perdeu o título em 1978, em uma luta épica de 15 rounds com Larry Holmes.   Continuação...

 
Boxeador peso-pesado Ken Norton fotografado durante evento em comemoração ao 70º aniversário de Muhammed Ali, na MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas. Norton, ex-campeão mundial peso-pesado de boxe que quebrou a mandíbula de Muhammad Ali durante luta em 1973, morreu na quarta-feira em um hospital do Arizona, aos 70 anos. 18/02/2012. REUTERS/Steve Marcus