3 de Outubro de 2013 / às 12:49 / 4 anos atrás

Catar aceita trocar período da Copa do Mundo, se Fifa optar por mudança

2 Out (Reuters) - O Catar aceita uma mudança nas datas da Copa do Mundo de 2022, mas insiste que ainda pode sediar o torneio no verão, disse o comitê organizador do Mundial nesta quarta-feira.

O Catar disse que está pesquisando e desenvolvendo tecnologias de refrigeração que podem ser usadas ​“em nossos estádios, campos de treinamento, áreas de torcedores e áreas públicas para a Copa do Mundo de 2022”.

No entanto, o Comitê Supremo do Catar 2022 disse que não vai se opor a uma transferência do torneio, que está originalmente previsto para ocorrer no verão, se for solicitado.

“Se a comunidade internacional do futebol chegar a um consenso para transferir o evento para uma data alternativa, somos capazes de acomodar essa mudança”, disse o comitê em comunicado.

“Isso não afetaria o nosso planejamento e preparação. Nosso compromisso com tecnologias de refrigeração vai continuar, pois sem ela certas partes do mundo terão negado o direito de sediar tais eventos.”

Apesar das garantias do Catar, existe uma preocupação generalizada em realizar o torneio no verão, e a Fifa vai discutir esta semana se vai transferir a competição para uma época do ano com clima mais ameno.

O Catar disse que já tem um estádio com refrigeração, o Al Sadd Sports Club, e também construiu um protótipo de estádio com emissão de carbono neutra usando tecnologias de resfriamento através de energia renovável.

O país disse que uma equipe de inspeção da Fifa visitou ambas as arenas durante a campanha que elegeu o Catar em 2010.

“Nós concorremos para a Copa do Mundo da Fifa no verão porque vimos a oportunidade de apresentar soluções para jogadores e torcedores em nosso país, e outros com climas semelhantes, para desfrutar do ar livre em condições frescas, seguras e confortáveis nos meses de verão”, disse a entidade no comunicado.

“Nós comprometemos tempo e recursos significativos para provar que poderíamos sediar o torneio no verão em local fresco, confortável e seguro”, acrescentou.

O Catar também tem sido alvo de críticas pelo tratamento dispensado a trabalhadores imigrantes, após uma reportagem do jornal The Guardian denunciando que dezenas de imigrantes nepaleses morreram nas últimas semanas.

A Fifa disse que está preocupada com o denúncia, que também será discutida em uma reunião do comitê executivo da entidade esta semana.

Reportagem de Brian Homewood

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below