Ronaldo diz a Eusébio para não ficar triste com debate sobre o melhor de Portugal

quinta-feira, 10 de outubro de 2013 18:38 BRT
 

LISBOA, 9 Out (Reuters) - Cristiano Ronaldo afirmou nesta quarta-feira que o ex-jogador português Eusébio não deve ficar chateado com as comparações "normais" entre eles porque recordes são para ser quebrados, após Eusébio ter admitido que ficou triste com o debate sobre quem é o maior jogador português de todos os tempos.

Um amplo debate ganhou destaque no futebol português quando Ronaldo, de 28 anos, desbancou Eusébio, de 71 anos, no mês passado, como o segundo maior artilheiro da seleção de Portugal em todos os tempos.

"Não acho que vale ir tão longe (ficar triste), recorde são para ser quebrados. Não devemos ficar tristes", disse ele a repórteres na cidade medieval de Obidos, onde a seleção portuguesa está treinando, quando perguntado sobre a reação de Eusébio.

"Me sinto tranquilo porque Eusébio sempre será Eusébio e Cristiano será Cristiano. É normal que as pessoas nos comparem, mas Eusébio não deve ficar triste porque ele sempre estará lá."

Ronaldo atingiu a marca de 43 gols pela seleção portuguesa, em 106 partidas, após anotar três vezes na vitória de Portugal por 4 x 2 sobre a Irlanda do Norte, no mês passado, pelas eliminatórias da Copa do Mundo. Ele está a quatro gols de igualar o recorde de Pauleta, o maior artilheiro de Portugal.

Eusébio disse que a comparação era injusta porque disputou menos partidas que Ronaldo. O ex-jogador, conhecido como "Pantera Negra", marcou 41 gols em 64 partidas.

Ronaldo, eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em 2008, disse que deseja continuar ampliando seus recordes.

"O que eu quero é jogar mais 100 jogos por Portugal, porque assim ninguém ficará triste", disse o atacante do Real Madrid, que provavelmente também vai quebrar o recorde de Luis Figo de 127 jogos pela seleção.

(Reportagem de Daniel Alvarenga)

 
Jogador de Portugal Cristiano Ronaldo rege após receber um cartão amarelo no jogo contra a Irlanda do Norte pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 no estádio Windsor Park, em Belfast. Cristiano Ronaldo afirmou nesta quarta-feira que o ex-jogador português Eusébio não deve ficar chateado com as comparações "normais" entre eles porque recordes são para ser quebrados, após Eusébio ter admitido que ficou triste com o debate sobre quem é o maior jogador português de todos os tempos. 6/09/2013. REUTERS/Cathal McNaughton