13 de Outubro de 2013 / às 12:35 / em 4 anos

Brasil bate Coreia do Sul por 2 x 0 com gols de Neymar e Oscar

Neymar disputa a bola com jogadores da Coreia do Sul durante amistoso no estádio da Copa do Mundo, em Seul. Neymar e Oscar conferiram em cada uma das etapas na vitória tranquila por 2 x 0 do Brasil sobre a Coreia do Sul no amistoso deste sábado, no qual os anfitriões da Copa do Mundo de 2014 imperaram. 12/10/2013.Kim Hong-Ji

SEUL (Reuters) - Neymar e Oscar conferiram em cada uma das etapas na vitória tranquila por 2 x 0 do Brasil sobre a Coreia do Sul no amistoso deste sábado, no qual os anfitriões da Copa do Mundo de 2014 imperaram.

O Brasil escalou um time forte contra os semi-finalistas do Mundial de 2002, com Neymar,Jô e Hulk pondo a defesa coreana para correr por todo o campo enquanto Dante e David Luiz lidaram bem com os poucos avanços da Coreia no terço final do jogo.

O técnico Luiz Felipe Scolari elogiou seu time por saber lidar com a violência da equipe sul-coreana e superar um jetlag causado por uma viagem de 30 horas a Seul.

"O time foi melhor que eu esperava (...) apesar das dificuldades que enfrentaram", disse Felipão a jornalistas.

"No primeiro tempo, eu achei a Coreia do Sul excessivamente agressiva, fazendo muitas faltas. Eu senti os jogadores coreanos mais focados em marcar nossos jogadores. Julgando pelo número de faltas da equipe da Coreia do Sul, eu acho que a Coreia estava jogando um jogo mais agressivo", disse Felipão.

Scolari disse que achava que a equipe coreana cansaria no final da partida, mas o time asiático manteve o ritmo até o último minuto.

"Nossos jogadores (...) ficaram tão surpresos com a performance da Coreia do Sul nos 20 minutos restantes", afirmou o técnico brasileiro.

Hulk teve a primeira chance clara aos 14 minutos e chegou no gol aproveitando um passe de Jô, mas o goleiro Jung Sung-ryong correu a tempo de conter o perigo.

O meio-campista Ki Sung-yeung recebeu o primeiro cartão amarelo da partida aos 17minutos, quando atingiu Neymar pelas costas. Mas se o meia-atacante do Barcelona foi maltratado no primeiro tempo, riu por último ao abrir o placar aos 44 minutos.

Depois de sofrer falta perto da pequena área, Neymar se levantou rápido e bateu por cima da barreira e fora do alcance do goleiro sul-coreano. Incentivada por uma plateia recorde de 65.308 pessoas, a Coreia do Sul começou o segundo tempo com brilho, mas logo tomou o segundo gol. Paulinho abriu a zaga coreana no meio e Oscar correu para a bola, contornando Jung com calma e conferindo de pé esquerdo.

A Coreia do Sul fez pressão crescente no final do segundo tempo, mas mesmo com a entrada de Son Heung-min, meia-atacante do Bayer Leverkusen, o time da casa raramente ameaçou o goleiro Jefferson.

O técnico da Coreia do Sul, Hong Myung-bo, que estava no comando da equipe semifinalista do mundial de 2002, afirmou que seu time progrediu apesar da derrota.

"O que ficou claro sobre o jogo de hoje é que ganhamos confiança", afirmou. "É uma grande vitória para nossa equipe. Eu creio que nosso time fez um bom trabalho ao pressionar duro o Brasil. Eu queria elogiar a marcação de nossos jogadores hoje."

O Brasil viaja agora para Pequim para enfrentar a Zâmbia em amistoso no dia 15 de outubro.

Por Narae Kim

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below