Djokovic dispusta mais uma final no Aberto de Xangai

sábado, 12 de outubro de 2013 14:47 BRT
 

CINGAPURA (Reuters) - O sérvio Novak Djokovic segue firme em seu caso de amor com as quadras duras da China, tirando Jo Wilfried Tsonga do caminho e chegando à final do Aberto de Xangai neste sábado.

O defensor do título e primeiro cabeça de chave ampliou para 19 sua sequência de partidas invictas na China ao bater Tsonga por 6-2 e 7-5 e marcar uma final contra o número um Rafael Nadal ou o argentino Juan Martin del Potro, que se enfrentam ainda no sábado.

Djokovic perdeu a primeira posição do ranking para Nadal na semana passada, apesar de derrotar o espanhol na final do Aberto da China e conquistar seu quarto título em Pequim em cinco anos. Mas Djokovic parece prestes a acrescentar mais um troféu chinês à sua coleção depois do show de devoluções em Xangai, que pôs pressão em Tsonga a ponto de fazê-lo cometer 35 erros não-forçados.

O número dois do mundo e campeão do Aberto da Austrália já começou com tudo, abrindo 3-0 depois de quebrar Tsonga sem deixá-lo marcar nenhum ponto já no seu primeiro game de serviço. O francês parecia a caminho de entregar mais um game, mas reagiu com golpes fortes e quebrou o saque do sérvio com um backhand através da quadra, chegando a 3-2.

Mas isso foi o melhor que conseguiu o francês, que briga por uma das últimas vagas no ATP Tour Finals, torneio que reúne os oito melhores do ano, em Londres no mês que vem.

Djokovic venceu os três games seguintes e levou o set, enquanto a percentagem de primeiros saques de Tsonga caiu para 46, somando-se a 14 erros não-forçados em comparação com somente quatro do sérvio.

De camisa nova e cabeça fria, Tsonga equilibrou o jogo no começo do segundo set, antes de um voleio mal colocado dar a Djokovic uma quebra e uma dianteira de 4-2. O francês devolveu a quebra imediatamente, e Djokovic voltou à sua cadeira inflamado e gritando com o juiz principal após uma série de chamadas tardias de um juiz de linha.

Recuperada a compostura, o set ameaçava ir para o tiebreak com Tsonga sacando em 5-6 quando Djokovic elevou o nível do jogo mais uma vez. Tsonga salvou um match point com um forehand arrasador antes de desperdiçar a chance de forçar uma quebra, e Djokovic o fez pagar caro selando a vitória na segunda tentativa com um winner poderoso na linha de fundo.

(Por Patrick Johnston)