França diz que repescagem europeia para Copa do Mundo é injusta

segunda-feira, 14 de outubro de 2013 20:56 BRT
 

PARIS, 14 Out (Reuters) - A França considera injusto o sistema de cabeças-de-chave da repescagem das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo e pretende pedir à Fifa que reveja o atual modelo antes do sorteio dos confrontos, na semana que vem.

A Espanha, atual campeã mundial e europeia, lidera o Grupo I com três pontos de vantagem sobre a França antes da rodada final, na terça-feira, quando os espanhóis enfrentam a Geórgia e os franceses pegam a Finlândia. Se permanecer em segundo, como esperado, a França vai para a repescagem, em novembro.

Os cabeças-de-chave da repescagem serão determinados pelo ranking da Fifa, em que os franceses estão apenas em 25º, o que deve colocá-los diante de um adversário mais difícil na luta por uma vaga na Copa do Mundo no Brasil.

A França alega que o sistema é injusto porque havia menos pontos do ranking em disputa no Grupo I, que só tinha cinco times, enquanto as outras chaves tinham seis.

"Vamos entrar em contato (com a Fifa)", disse o presidente da Federação Francesa de Futebol, Noel Le Graet, à rádio RMC. "Há uma pequena injustiça entre o grupo de cinco times e os grupos de seis."

"Nossos rivais de outros grupos puderam somar mais pontos... isso é um fato."

(Reportagem de Gregory Blachier)