Militantes morrem preparando atentado contra jogo na Etiópia

segunda-feira, 14 de outubro de 2013 20:56 BRT
 

ADIS ABEBA, 14 Out (Reuters) - Dois militantes somalis morreram por causa da explosão prematura de bombas que eles pretendiam detonar durante a partida entre Etiópia e Nigéria válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo, no domingo, disse o governo etíope nesta segunda-feira.

A explosão ocorreu no elegante bairro de Bole, em Adis Abeba, a cerca de 5 quilômetros do estádio, por volta de uma hora antes do começo da partida.

"Eram cidadãos somalis e planejavam realizar um atentado suicida disfarçados de torcedores no estádio ou em áreas onde grandes multidões se reunissem para assistir ao jogo", disse o porta-voz governamental Shimeles Kemal.

Explosivos, armas, granadas de mão e uniformes futebolísticos foram encontrados no local da explosão, um imóvel residencial, segundo Shimeles. Ele disse que três suspeitos foram detidos.

Uma pequena comunidade de refugiados somalis vive no bairro de Bole. A milícia islâmica Al Shabaab, ligada à Al Qaeda, já havia prometido vinganças contra a Etiópia por seu envolvimento com a força pan-africana que combate militantes na Somália.

(Reportagem de Aaron Maasho)