Aldo diz que deve deixar Ministério do Esporte em dezembro para ser candidato

quinta-feira, 17 de outubro de 2013 19:09 BRT
 

16 Out (Reuters) - O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse nesta quarta-feira que deve deixar o comando do Ministério do Esporte em dezembro, quando for concluído o ciclo de entregas de estádios para a Copa do Mundo de 2014, para se candidatar nas eleições do ano que vem.

O ministro, que é filiado ao PCdoB, foi lançado pelo diretório estadual do partido em São Paulo como pré-candidato ao governo do Estado em 2014.

Segundo a assessoria de imprensa do ministério, Aldo disse a jornalistas após participar de audiência numa comissão da Câmara dos Deputados que sua previsão é entregar o comando da pasta em dezembro, quando forem concluídas as entregas de todos os estádios para o Mundial do ano que vem.

"O ministro do Esporte informou nesta tarde que a previsão inicial é deixar o ministério em dezembro, porque completará um ciclo de entrega dos estádios para a Copa do Mundo", informou a pasta por email à Reuters.

A saída de Aldo provavelmente se somará a de outros ministros que devem deixar o governo para disputar as eleições do ano que vem, abrindo espaço para que a presidente Dilma Rousseff faça uma reforma ministerial e entre no ano em que disputará a reeleição com uma nova equipe de auxiliares.

(Reportagem de Eduardo Simões, em São Paulo)