Problema com pneus força troca de motos em GP da Austrália

domingo, 20 de outubro de 2013 13:46 BRST
 

MELBOURNE, 19 Out (Reuters) - Problemas com pneus causaram mudanças dramáticas para o Grande Prêmio da Austrália de domingo, no qual os pilotos terão que trocar de moto no meio da corrida pela primeira vez na MotoGP.

O novo asfalto do circuito de Phillip Island permitiu a Jorge Lorenzo, defensor do título, registrar uma volta em tempo recorde durante o treino classificatório neste sábado, mas também contribuiu para a degradação excessiva dos pneus Bridgestone, despertando temores sobre a segurança dos pilotos.

As autoridades diminuíram a prova para 26 voltas, uma a menos, e ordenaram a todos os pilotos fazerem uma parada obrigatória nos boxes, um constrangimento para os fornecedores de pneus e os organizadores.

"A Bridgestone nos notificou que não pode garantir a segurança de seus pneus lisos traseiros para além de 14 voltas", informou a direção da prova em um comunicado.

"Isto significa que uma troca de moto/pneu antes da 12ª volta exigirá uma segunda troca de moto/pneu para terminar a corrida".

Se por um lado a parada obrigatória certamente irá aborrecer os pilotos e suas equipes, aumentará o suspense na batalha entre Lorenzo e o virtual campeão Marc Márquez, que superaram, em um treino classificatório repleto de incidentes, o recorde de volta mais rápida registrado em 2008 por Casey Stoner.

(Por Ian Ransom)

 
Piloto de MotoGP, o espanhol Marc Marquez, é visto durante sessão de treinamento antes do Grande Prêmio da Austrália. Problemas com pneus causaram mudanças dramáticas para o GP da Austrália de domingo, no qual os pilotos terão que trocar de moto no meio da corrida pela primeira vez na MotoGP. 19/10/2013 REUTERS/Brandon Malone