19 de Outubro de 2013 / às 16:50 / 4 anos atrás

Kiessling se desculpa por "gol fantasma" no Hoffenheim

Foto de arquivo de Stefan Kiessling, meia-atacante do Bayer Leverkusen, durante partida contra o Hamburger SV em Hamburgo. Kiessling pediu desculpas por seu gol no Hoffenheim na sexta-feira depois que imagens de TV mostraram que a bola entrou na rede por um buraco na lateral. 08/04/2012 REUTERS/Fabian Bimmer

19 Out (Reuters) - Stefan Kiessling, meia-atacante do Bayer Leverkusen, pediu desculpas por seu gol no Hoffenheim na sexta-feira depois que imagens de TV mostraram que a bola entrou na rede por um buraco na lateral.

A Federação Alemã de Futebol (DFB na sigla em alemão) confirmou que o Hoffenheim registrou um protesto e disse que contactaria a Fifa antes de decidir se ordena ou não uma nova partida.

“Entendo perfeitamente as reações de muitos de vocês, eu mesmo estou totalmente arrasado”, disse Kiessling em sua página no Facebook depois que seu ‘gol fantasma’ ajudou seu time a vencer o jogo por 2 x 1.

“Depois de ver as reprises na TV, vejo claramente que não foi um gol legítimo.”

“Durante o jogo, depois de cabecear a bola e virar a cabeça, não vi exatamente se a bola tinha entrado no gol ou não. De alguma maneira, a bola foi para dentro do gol, e foi exatamente o que eu disse ao árbitro.”

“Lamento por todos os torcedores... naturalmente, não é bom vencer assim. A justiça é importante no esporte, para nós no clube e para mim pessoalmente.”

A confusão surgiu quando a cabeçada de Kiessling, aos 25 minutos do segundo tempo, passou longe da trave, acertou a lateral da rede e terminou no fundo do gol, colocando o Leverkusen na dianteira com o placar de 2 x 0.

Inicialmente ele colocou as mãos na cabeça ao ver a bola passar longe e pareceu confuso quando o juiz concedeu o gol e seus colegas de equipe correram para comemorar com ele.

O Campeonato Alemão não usa o detector na linha do gol, que segundo uma fonte da Fifa teria captado o erro, ou os árbitros de linha adicionais utilizados em outras competições europeias.

Uma nova partida foi marcada quando o Bayern de Munique teve um gol validado contra o Nuremberg em circunstâncias semelhantes em 1994.

A DFB confirmou em um comunicado que o Hoffenheim entrou com uma reclamação e afirmou que seu tribunal conversará com o Leverkusen, além de colher depoimentos do árbitro Felix Brych, dos clubes e dos fiscais da partida.

Em meio aos clamores por um novo jogo, liderados pelo técnico do Hoffenheim, Markus Gisdol, a DFB disse que também contactaria a Fifa para esclarecer sua posição legal para lidar com tais casos.

“É compreensível que haja o pedido de uma nova partida, mas sabemos bem que no passado a Fifa manteve as decisões dos árbitros”, disse Rainer Koch, vice-presidente de assuntos legais da DFB.

Por Brian Homewood

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below