Ferrari descarta retorno de Kubica à Fórmula 1

quarta-feira, 23 de outubro de 2013 11:52 BRST
 

NOVA DÉLHI, 23 Out (Reuters) - A Ferrari colocou em dúvida um possível retorno de Robert Kubica à Fórmula 1 depois um grave acidente, reconhecendo que estava interessada em contratar o piloto polonês para ser companheiro de equipe de Fernando Alonso, mas desistiu.

Kubica sofreu um acidente quase fatal numa corrida de rali antes do início da temporada 2011 da F1, e disse em abril que "pagaria todo o dinheiro que tenho para voltar ao cockpit de um carro de Fórmula 1".

Ganhador de uma corrida pela BMW-Sauber, e com boa passagem pela Renault, o polonês guiou um Citroen especialmente modificado no Mundial de Rali, e também participou de um treinamento em um simulador de Fórmula 1 da Mercedes.

No entanto, ele não conseguiu recuperar completamente os movimentos necessários no punho, após ter sofrido graves danos no antebraço no acidente.

"Sim, nós estávamos de olho nele", disse o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, ao site da escuderia nesta quarta-feira, antes do GP da Índia do fim de semana.

"Infelizmente, eu não acho que ele voltará, porque com o problema físico, ele teria problemas em algumas situações que exigem reatividade. É uma pena."

Domenicali, entrevistado por dois torcedores italianos da Ferrari em um encontro organizador pelo jornal Gazzetta Dello Sport, defendeu o uso de ordens de equipe a favor de Alonso e também a decisão de manter o brasileiro Felipe Massa na atual temporada, após da queda de rendimento dele.

Massa vai deixar a Ferrari no fim do ano para dar espaço ao finlandês Kimi Raikkonen, que volta à escuderia onde conquistou o título mundial de 2007.

"Se Felipe não conseguiu entregar os resultados que esperávamos, foi principalmente por uma hipersensibilidade a um carro muito nervoso na traseira, mas em 2008 ele quase conquistou o título e eu o considero um campeão mundial", disse Domenicali.

"Nós pegamos Raikkonen porque queríamos mais. Quando nos o substituímos por Alonso, ele não estava feliz, e agora ele volta com muita vontade de ir bem", acrescentou.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
Piloto polonês Robert Kubica no circuito internacional da Coreia, quando era piloto da equipe Renault de F1, em Yeongam. A Ferrari colocou em dúvida um possível retorno Kubica à Fórmula 1 depois um grave acidente, reconhecendo que estava interessada em contratar o piloto polonês para ser companheiro de equipe de Fernando Alonso, mas desistiu. 21/10/2010. REUTERS/Bazuki Muhammad