23 de Outubro de 2013 / às 14:09 / 4 anos atrás

Barcelona garante que não há motivo de pânico antes de clássico com Real

Lionel Messi, do Barcelona, passa por jogadores do Milan durante partida válida pela Liga dos Campeões da Europa, no etádio San Siro, em Milão. O Barcelona tentou silenciar qualquer sinal de alerta antes do clássico de sábado do Campeonato Espanhol contra o Real Madrid após o empate com o Milan na Liga dos Campeões na terça-feira. 22/10/2013. REUTERS/Alessandro Garofalo

Por Iain Rogers

MADRI, 23 Out (Reuters) - O Barcelona tentou silenciar qualquer sinal de alerta antes do clássico de sábado do Campeonato Espanhol contra o Real Madrid após o empate com o Milan na Liga dos Campeões na terça-feira.

Um gol de Lionel Messi garantiu o empate por 1 x 1 na partida do Grupo H no estádio San Siro, em que apesar de ter dominado a maior parte da posse de bola, o Barça sofreu com a mesma falta de criatividade do empate sem gols com o Osasuna, no sábado.

O Real, que recebe a Juventus nesta quarta-feira pela Liga dos Campeões, está em terceiro lugar no Espanhol, três pontos atrás dos arquirrivais, e uma vitória no clássico a ser disputado no Camp Nou deixaria as equipes empatadas com 25 pontos em 10 jogos.

O Barça está invicto nesta temporada e lidera tanto a liga espanhola como seu grupo na principal competição da Europa, mas tem enfrentando problemas para superar adversários fechados na defesa, apesar de contar com a dupla Messi e Neymar no ataque.

O técnico Gerardo Martino minimizou as preocupações com a forma da equipe, após a partida em Milão.

“Não tenho dúvida sobre a capacidade da equipe”, disse o argentino a repórteres. “Eu gostaria de ter vencido Osasuna e Milan, mas estamos indo bem e ainda estamos crescendo”, acrescentou o treinador, que assumiu a equipe na pré-temporada no lugar de Tito Vilanova, que recupera-se de uma doença.

“Nosso jogo não piorou e não acho que regredimos.”

O Milan dominou o jogo contra o Barça nos minutos iniciais e foi recompensado com um gol de Robinho, após passe de Kaká, logo aos 9 minutos de partida. O Barça empatou aos 23 minutos, com Messi finalizando de dentro da área depois de um passe de Andrés Iniesta, que roubou a bola no meio-campo.

“Contra times que se fecham atrás, é mais fácil marcar quando você recupera a posse de bola em vez de fazer passes curtos que dão tempo a seu adversário para reorganizar”, disse Martino.

“É um ponto bom, mas nós merecíamos mais. Nós só tivemos pouca intensidade nos primeiros 15 minutos e a punição foi severa demais.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below