Alonso diz que se sente orgulhoso, apesar do domínio de Vettel

sexta-feira, 25 de outubro de 2013 10:51 BRST
 

Por Amlan Chakraborty

GREATER NOIDA, Índia, 24 Out (Reuters) - Fernando Alonso desistiu do título mundial, mas garante que não está perdendo o sono com a hegemonia de Sebastian Vettel nas pistas.

Vettel, da Red Bull, está prestes a conquistar seu quarto título mundial consecutivo, o que pode acontecer já no próximo domingo, no GP da Índia. O ferrarista Alonso, 90 pontos atrás, admite que isso é uma mera formalidade.

Falando a jornalistas, o espanhol negou que seja difícil aceitar que esta é a "era Vettel".

"Obviamente eu gostaria de ganhar. (Mas) ainda tenho 32 anos, então não é o último ano da minha carreira. Vou assegurar que terei mais oportunidades. Eu gostaria de ganhar mais campeonatos. Nos últimos quatro anos, lutei por três campeonatos, terminei três vezes em segundo, o que é obviamente triste, mas (...) estou extremamente orgulhoso."

"Acho que estou fazendo as melhores corridas da minha vida neste ano. Então quando vou para a cama estou extremamente orgulhoso."

Para as quatro provas que restam, ele disse que seu objetivo é "tentar conseguir alguns pódios, aproveitar a cerimônia do pódio, o champanhe e o troféu".

Segundo Alonso, a conquista do tetra de Vettel depende só do alemão. "Depende de onde ele quer comemorar, qual o melhor país para celebrar."

 
Piloto da Ferrari de Fórmula 1, Fernando Alonso, na garangem de sua equipe durante primeira sessão de treinos do Grande Prêmio de Fórmula 1 da Índia, em Greater Noida. Alonso desistiu do título mundial, mas garante que não está perdendo o sono com a hegemonia de Sebastian Vettel nas pistas. 25/10/2013. REUTERS/Adnan Abidi