Governo descarta controlar preço de passagem aérea na Copa, diz ministro

quinta-feira, 24 de outubro de 2013 19:42 BRST
 

Por Leonardo Goy

BRASÍLIA, 24 Out (Reuters) - O governo descarta controlar os preços das passagens aéreas durante a Copa do Mundo de 2014 e pretende criar uma malha de voos especial para atender aos turistas durante o torneio, disse à Reuters nesta quinta-feira o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco.

"O governo não pensa em ter controle de preços, porque medidas assim já foram afastadas do ambiente econômico brasileiro, mas vamos acompanhar, com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) para evitar abusos", disse o ministro.

Na quinta-feira da próxima semana, o governo fará uma reunião com as companhias aéreas para tratar de temas relacionados à Copa.

Segundo o ministro, deverá ser criada uma malha especial durante a Copa para suprir as necessidades dos torcedores dos diversos países que disputarão o mundial.

"vai ter mudança na malha, precisaremos de uma malha especial para a Copa. Isso vai estar definido logo que ficar pronta a tabela", disse Franco.

O sorteio da tabela com os jogos da Copa será feito em 6 de dezembro. Somente depois disso o governo saberá que trajetos as diferentes delegações farão dentro do Brasil.

A malha especial, segundo Franco, pode incluir tanto a criação excepcional de voos diretos que hoje não existem, caso uma seleção e sua respectiva torcida precisem fazer esse itinerário, como o reforço de linhas já existentes.

"Isso já está sendo debatido com as aéreas", disse o ministro.   Continuação...