Pirelli alerta para possível crise de pneus na F1 em 2014

sexta-feira, 25 de outubro de 2013 15:33 BRST
 

Por Amlan Chakraborty

GREATER NOIDA, Índia, 25 Out (Reuters) - A Pirelli alertou nesta sexta-feira que não terá condições de fornecer pneus para a próxima temporada da Fórmula 1 se não for autorizada a realizar mais testes com um carro atualizado antes do início do campeonato.

Uma série de estouros nesta temporada e as críticas subsequentes levaram a uma mudança nos compostos e na estrutura dos pneus, mas ainda assim os pilotos continuaram insatisfeitos com a Pirelli, incluindo Fernando Alonso, da Ferrari, e Mark Webber, da Red Bull.

Novas regras para 2014 devem representar mais desafios para os pneus, e o diretor de automobilismo da Pirelli, Paul Hembery, disse a repórteres antes do Grande Prêmio da Índia no fim de semana que o primeiro teste oficial de todas as equipes, na Espanha, no final de janeiro, era insuficiente e tarde demais.

"Com base nos comentários de nosso presidente algumas semanas atrás, tem que haver alguma corrida (em testes) ou não podemos fazer os pneus", disse Hembery, referindo-se a declarações publicadas no jornal italiano Gazzetta dello Sport.

Hembery disse que o ideal seria realizar testes com os carros de 2014 em dezembro, mas ressaltou que as equipes já estão correndo contra o relógio para conseguirem estar prontas a tempo para os testes de janeiro no circuito espanhol de Jerez.

"Não por força, nós gostaríamos de um pouco de bom senso. Temos que fazer alguns testes. Se não podemos, não poderemos entregar os pneus", afirmou.