Tetracampeão, Vettel junta-se aos grandes da história da F1 com vitória na Índia

domingo, 27 de outubro de 2013 13:38 BRST
 

GREATER NOIDA, 27 Out (Reuters) - O alemão Sebastian Vettel entrou de vez para o livro dos recordes como o mais jovem tetracampeão da história da Fórmula 1, ao vencer o Grande Prêmio da Índia pela terceira vez consecutiva, neste domingo.

O piloto de 26 anos da Red Bull também ajudou sua equipe a vencer o Mundial de construtores pelo quarto ano consecutivo.

"Você conseguiu, e com estilo!", gritou o diretor da equipe, Christian Horner, no rádio assim que Vettel recebeu a bandeirada final com uma impressionante vantagem de 29,8 segundos sobre o compatriota Nico Rosberg, da Mercedes.

"Corrida brilhante. Você agora se junta aos grandes, amigo. Você está lá com eles."

A vitória, a partir da pole position conquistada no sábado, foi a sexta consecutiva do alemão na temporada, e ele ainda se consolidou como o grande Rei do GP da Índia, já que nenhum outro piloto ganhou uma prova lá --o circuito entrou em 2011 no calendário da Fórmula 1.

Vettel também se torna o quarto tetracampeão da história e apenas o terceiro deles a conquistar os quatro títulos de forma consecutiva. Os demais foram o heptacampeão Michael Schumacher, também alemão, e o argentino Juan Manuel Fangio.

Vettel comemorou o feito fazendo "cavalinho de pau" na pista do circuito internacional de Buddh, para delírio dos fãs.

Depois, ele se levantou do carro e, como em sinal de reverência e à moda indiana, agachou-se e agradeceu os torcedores presentes. Após jogar suas luvas para as arquibancadas, Vettel escalou a parede do pit e abraçou Horner e o designer Adrian Newey.

"Como me sinto? Em êxtase. É um dos melhores dias da minha vida até agora", disse ele em entrevista no pódio, ao lado de Rosberg e do terceiro colocado, o francês Romain Grosjean, que saiu da 17º colocação para beliscar o grid com a sua Lotus.   Continuação...

 
O piloto de Fórmula Um Sebastian Vettel, da Alemanha, levanta uma garrafa durante coletiva de imprensa após corrida em que venceu o Grande Prêmio da Índia em Noida, às margens de Nova Délhi. 27/10/2013 REUTERS/Anindito Mukherjee