27 de Outubro de 2013 / às 12:56 / em 4 anos

Tetracampeão, Vettel junta-se aos grandes da história da F1 com vitória na Índia

O piloto de Fórmula Um Sebastian Vettel, da Alemanha, levanta uma garrafa durante coletiva de imprensa após corrida em que venceu o Grande Prêmio da Índia em Noida, às margens de Nova Délhi. 27/10/2013 REUTERS/Anindito Mukherjee

GREATER NOIDA, 27 Out (Reuters) - O alemão Sebastian Vettel entrou de vez para o livro dos recordes como o mais jovem tetracampeão da história da Fórmula 1, ao vencer o Grande Prêmio da Índia pela terceira vez consecutiva, neste domingo.

O piloto de 26 anos da Red Bull também ajudou sua equipe a vencer o Mundial de construtores pelo quarto ano consecutivo.

“Você conseguiu, e com estilo!”, gritou o diretor da equipe, Christian Horner, no rádio assim que Vettel recebeu a bandeirada final com uma impressionante vantagem de 29,8 segundos sobre o compatriota Nico Rosberg, da Mercedes.

“Corrida brilhante. Você agora se junta aos grandes, amigo. Você está lá com eles.”

A vitória, a partir da pole position conquistada no sábado, foi a sexta consecutiva do alemão na temporada, e ele ainda se consolidou como o grande Rei do GP da Índia, já que nenhum outro piloto ganhou uma prova lá --o circuito entrou em 2011 no calendário da Fórmula 1.

Vettel também se torna o quarto tetracampeão da história e apenas o terceiro deles a conquistar os quatro títulos de forma consecutiva. Os demais foram o heptacampeão Michael Schumacher, também alemão, e o argentino Juan Manuel Fangio.

Vettel comemorou o feito fazendo “cavalinho de pau” na pista do circuito internacional de Buddh, para delírio dos fãs.

Depois, ele se levantou do carro e, como em sinal de reverência e à moda indiana, agachou-se e agradeceu os torcedores presentes. Após jogar suas luvas para as arquibancadas, Vettel escalou a parede do pit e abraçou Horner e o designer Adrian Newey.

“Como me sinto? Em êxtase. É um dos melhores dias da minha vida até agora”, disse ele em entrevista no pódio, ao lado de Rosberg e do terceiro colocado, o francês Romain Grosjean, que saiu da 17º colocação para beliscar o grid com a sua Lotus.

“Não foi uma temporada fácil. Quem está de fora pode pensar isso, mas não foi. Tem sido difícil ser vaiado em alguns momentos, sem ter feito nada de errado”, complementou Vettel.

As vaias que marcaram suas primeiras vitórias não estiveram presentes neste domingo, com o alemão conquistando o título sem contestações e o público feliz em testemunhar a história sendo feita.

Ele abriu uma vantagem de 90 pontos sobre Fernando Alonso, da Ferrari, único piloto que poderia tirar-lhe o título, com três corridas restantes --e máximo de 75 pontos em disputa-- após o GP da Índia. Vettel tem agora 322 pontos e Alonso, 207.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below